Aracaju, 24 de setembro de 2021

Saúde reúne municípios para dialogar sobre a adesão ao projeto ‘Viver Mais Leve’

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O projeto ‘Viver mais leve’ tem como missão o enfrentamento ao sobrepeso e obesidade, doença que traz inúmeras consequências à saúde. A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo Estadual de Educação Permanente em Saúde (NEEPS), firmou uma parceria com a Universidade Federal de Sergipe (UFS) para implantar o projeto.

A endocrinologista Karla Resende, coordenadora do projeto em Sergipe, apresentou as diretrizes do programa aos representantes das regiões de saúde. O objetivo é que ocorra a adesão nos municípios do estado.

Nesta quinta-feira, 11, o diálogo foi com os municípios da regional Itabaiana, na quarta, 10, foi com os municípios das regionais de Estância, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora do Socorro e Lagarto. A coordenadora do NEEPS, Jalcira Izidro, conta que neste primeiro momento, os municípios que fizerem a adesão serão capacitados.

“Estamos em busca da adesão desses municípios. Quando isso ocorrer, tem um grupo de facilitadores/tutores que vai capacitar esses gestores municipais e suas equipes da Atenção Primária à Saúde para desenvolver o projeto”, disse  Jalcira Izidro.

Ela ainda destaca a necessidade de haver um projeto de prevenção e promoção à saúde, focado na obesidade e sobrepeso. “Queremos ver melhoria na saúde da população. Quando você reduz seu peso você evita que possa ter outras doenças, neste sentido, gostaria de enfatizar que a obesidade e o sobrepeso hoje já fazem parte das doenças crônicas não transmissíveis. É um risco muito grande”, salienta.

Assim que houver adesão, o projeto contará com a implantação de um aplicativo para celular, a partir do qual o paciente poderá interagir com a equipe de Saúde da Família, sendo de forma não presencial. Com este aplicativo, a equipe de saúde poderá acompanhar a evolução na redução do peso do usuário que poderá utilizar o app para melhorar os hábitos de vida.

Vale ressaltar que o projeto é do Ministério da Saúde, concretizado através das parcerias com as Universidades Federais, Secretaria de Estado da Saúde e municípios.

Foto: Flávia Pacheco

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Hospital Cirurgia realiza ação de incentivo à doação de órgãos
Prefeitura de Aracaju pagará salários dos servidores nesta segunda-feira, 27
Oficiais e praças do CBMSE recebem medalhas do centenário da corporação
PL de Talysson institui obrigatoriedade de atendimento em pavimento térreo a idosos