Aracaju, 24 de setembro de 2021

EX-REITOR CLODOALDO ALENCAR MORRE NATURALMENTE EM SUA CASA AOS 88 ANOS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe registra, “com grande pesar”, o falecimento do professor Clodoaldo Alencar Filho, neste sábado (13). Clodoaldo Filho, ex-reitor da Universidade Federal de Sergipe, nasceu de Estância (SE). Era filho do poeta Clodoaldo Alencar e de dona Eurudice Fontes de Alencar. Foi casado com a professora Aglaé D’Ávila Fontes, tinha dois filhos: Del e João Marcelo.

A morte de Clodoaldo Filho também foi anunciada por familiares nas redes sociais: “Esse tio querido, lindo, inteligente, amigo e muito amado, desencarnou naturalmente sábado (13) em casa. Que ele desperte com os seres celestiais, com a luz divina, com o Altíssimo e com seus irmãos e entes queridos. Amor, bem e gratidão, grande professor Clodoaldo Alencar Filho”.

A família ainda não informou sobre o velório e o sepultamento.

Histórico de vida – Alencarzinho, como muitos o conheciam, foi um dos primeiros reitores eleitos da Universidade Federal de Sergipe, no período de retomada da democracia brasileira. Teatrólogo e escritor da Academia Sergipana de Letras. Formado em Letras Inglês, pela Faculdade Católica de Filosofia, Alencar Filho atuou, de forma decisiva, na cena política e cultural: no rádio, no teatro, na imprensa escrita e na gestão pública municipal de Aracaju na época do prefeito Godofredo Diniz Gonçalves (1963-1967) e, depois, na gestão da Universidade como reitor eleito pela comunidade universitária (1988-1992).

Por Stephanie Macêdo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Hospital Cirurgia realiza ação de incentivo à doação de órgãos
Prefeitura de Aracaju pagará salários dos servidores nesta segunda-feira, 27
Oficiais e praças do CBMSE recebem medalhas do centenário da corporação
PL de Talysson institui obrigatoriedade de atendimento em pavimento térreo a idosos