Aracaju, 4 de agosto de 2021

Ação rápida do Samu salva a vida de criança vítima de afogamento em Aracaju

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Dentro da rotina do Samu Sergipe, a pressa nos atendimentos é diária. Os profissionais que ali atuam, são treinados para lidar com a pressão e a emergência em salvar vidas. Na última terça, 9, o Samu recebeu o chamado de uma mãe desesperada que encontrou seu filho boiando na piscina de casa no bairro Atalaia, zona sul de Aracaju. Sete minutos depois, chegou a motolância com os técnicos de enfermagem, Adriano César Resende e Janailton Bispo dos Santos. A missão era prestar os primeiros socorros ao pequeno José Alif Oliveira do Nascimento de apenas 1 ano e 9 meses.

A criança tinha engolido muita água e apresentava quadro de hipotermia. Logo depois, chegou  a Unidade de Suporte Avançado 03 com a equipe completa que fez o acesso venoso e cobriu a criança com uma manta térmica. Alif foi sedado, entubado e encaminhado rapidamente para a ala vermelha do Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse). Na USA 03, prestaram atendimento o médico, José Kleber da Rocha, a enfermeira Roberta  Machado, a técnica de enfermagem Márcia Rosângela Dantas e o condutor Micleyton Silva.

José Alif chegou em estado grave no Huse e foi encaminhado para a UTI. A mãe da criança, a dona de casa, Anailza Oliveira da Silva, 29, acompanhou o filho em todos os momentos.  Ela conta que fez a comida de Alif, o deixou no sofá junto com os irmãos assistindo TV e foi no quarto.  A irmã viu Alif na piscina e chamou a mãe. Quando viu a criança boiando, retirou o menino da água e correu para o posto do Corpo de Bombeiros da Atalaia com ele no colo. “Foi um milagre ter meu filho nos braços. Só Deus pode pagar o que o Samu fez pelo meu filho”, desabafa emocionada.

Como tratamento no Huse, a melhora foi significativa e quando Alif acordou agitado, surpreendeu a equipe médica.  A criança continua internada sem previsão de alta, mas reagiu muito bem ao tratamento.

Na manhã desta sexta, 12, o pequeno Alif recebeu a visita do profissional do Samu que prestou o primeiro atendimento. O técnico de enfermagem, Adriano Resende, foi visitar o pequeno na enfermaria do Huse e não escondeu a emoção. “Eu tenho 17 anos de Samu e 20 anos atuando na área e toda situação deste tipo me emociona muito. Temos uma alegria enorme quando conseguimos salvar uma vida, principalmente, de uma criança de 1 ano e 9 meses, Isso deixa a gente muito bem. Mesmo com tanto tempo de atuação parece que foi a primeira vez. Sou pai e avô e me sinto motivado a ajudar sempre”, disse.

Para a mãe do menino, celebrar a vida de Alif vai ser sempre com a lembrança do atendimento desses profissionais. “Se não fosse a ação rápida do Samu meu filho não estaria aqui”, comemora com  o pequeno nos braços.

Foto: Flávia Pacheco

Ascom/SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Deputado questiona insucesso de ações de sindicatos no TJ/SE
Incêndio destrói galpão de fábrica de tecidos no município de Tobias Barreto
Sistema Fecomércio presta consultoria às empresas sobre LGPD
SES diz que Sergipe vai receber mais de 41 mil doses de vacina contra a Covid-19