Aracaju, 2 de agosto de 2021

Presidente da FAMES participa de reunião com Comitê pela Implementação Lei 13.935

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O presidente da Federação dos Munícipios do Estado de Sergipe (FAMES), Christiano Cavalcante participou de reunião virtual na manhã desta quinta-feira, 18, com integrantes do Comitê Sergipano pela Implementação da Lei nº 13.935 – Assistentes Sociais e Psicólogos na Rede Pública de Educação. Os integrantes solicitaram ao presidente o apoio na implementação da lei, bem como a intermediação entre os prefeitos sergipanos e o Comitê.

A presidente do Conselho Regional de Assistente Social 18ª Região (CRESS Sergipe), Dora Rosa, componente do Comitê – composto por 18 entidades -, explicou a trajetória de 20 anos de luta das classes pela implementação da lei que dispõe sobre a prestação de serviços de psicologia e de serviço social nas redes públicas de educação básica. “Como a FAMES representa o coletivo dos municípios, prefeitos, nós solicitamos essa reunião para que a gente pudesse conversar sobre a lei, e estamos pedindo aqui o apoio da FAMES para que a gente possa implementar essa lei no estado de Sergipe”, interviu Dora Rosa.

O presidente da FAMES justificou que devido às mudanças de gestões e dos obstáculos causados pela pandemia da COVID-19, muitos gestores não têm conhecimento sobre a determinação da lei, mas que o comitê pode contar com o apoio da federação para a implementação da norma.

“Quero me colocar à disposição pra fazer todo o encaminhamento necessário para que esses 20 anos de luta que vocês travaram, eles sejam materializados. Preciso dar os parabéns pela mobilização de vocês. Nós enquanto classe municipalista, travamos, diariamente, uma luta para defender os interesses dos municípios. O que for de bom, o que for para engrandecer o serviço público, a melhor prestação para os munícipes, podem contar com a nossa federação”, pontuou Christiano.

O presidente ressaltou ainda, que não detém do poder para determinar que os municípios apliquem a lei, mas que toda a orientação, o encaminhamento e a intermediação será feita. Christiano Cavalcante sugeriu para que no dia 4 de abril aconteça uma  assembleia entre os gestores e o comitê, mas para que isso aconteça as entidades devem manter o diálogo.

Presença on-line

Além dos dirigentes citados, participaram da reunião a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), Natália Dalto, o professor Paulo Felix, da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social – Regional Nordeste (Abepss/NE) e representantes dos estudantes de Serviço Social da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Por Ascom/FAMES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Em Aracaju, 16,4 mil pessoas estão aptas a receber 2ª dose de AstraZenca e Pfizer
“Somos ricos em gás e minérios e referência para o país agora e nos próximos anos”, diz Belivaldo
No próximo sábado vai ter Fora Bolsonaro na Feira do município de Siriri
Unigel inaugura oficialmente fábrica no município de Laranjeiras