22/03/21 - 14:05:38

DELEGADOS DA PF EMITEM NOTA SOBRE TRATAMENTO DO GOVERNO FEDERAL

A Diretoria Regional da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal no Estado de Sergipe vem a público externar a indignação da categoria com o tratamento dispensado pelo Governo Federal a todos os servidores públicos, principalmente aos integrantes dos órgãos de segurança.

Recentemente, vimos uma proposta de emenda constitucional (PEC 186) tramitar nas duas casas legislativas do Congresso Nacional em pouco mais de uma semana, sem qualquer discussão com as bases.

Sob o argumento da necessidade de garantir o pagamento do auxílio emergencial, o Governo Federal aprovou uma verdadeira reforma fiscal que impedirá o Estado de expandir os gastos com políticas sociais e com pessoal por até 15 (quinze) anos, proibindo novas contratações, investimentos estruturais e recomposições salariais, medidas que poderão provocar um verdadeiro “apagão policial”.

Sabemos que a criminalidade evolui a cada dia, demandando aprimoramento contínuo dos órgãos policiais e de seus servidores. Apesar disso, as medidas defendidas pelo governo, tanto na PEC Emergencial – recentemente aprovada – quanto na Reforma Administrativa – que está por vir, implicarão em sérios prejuízos à atuação da Polícia Federal e demais órgãos de segurança, em um momento em que o serviço público tem se mostrado a tábua de salvação para grande parte da população.

Assim como os trabalhadores da saúde, os profissionais da segurança estão na linha de frente de enfrentamento à pandemia, auxiliando no transporte de vacinas e combatendo os desvios de recursos públicos.

Apenas em 2020, a Polícia Federal deflagrou 6.880 operações, em todo o país, muitas delas relativas ao desvio de recursos que deveriam ser empregados no combate à COVID-19. Não paramos um dia sequer, nem mesmo nos períodos de lockdown.

Lamentamos que o Governo Federal tenha optado por eleger os servidores civis como bode expiatório, responsabilizando-nos por todas as mazelas enfrentadas pelo país, em vez de priorizar medidas como o combate à corrupção, a extinção de cargos comissionados, a redução de gastos desnecessários e a garantia de eficiência nas licitações, por exemplo, como medidas destinadas a garantir o equilíbrio fiscal.

Por tais motivos, os Delegados de Polícia Federal estão unidos aos representantes das demais entidades que integram a UPB – União dos Policiais do Brasil, no Estado de Sergipe, nesta data, para exigir respeito pela categoria.

Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal no Estado de Sergipe