23/03/21 - 21:08:31

DELEGADO E POLÍCIAIS DE SERGIPE ENVOLVIDO EM MORTE DE EMPRESÁRIO SÃO PRESOS

Um delegado, um policial civil e outro militar envolvidos na morte do empresário paraibano Gefferson de Moura foram presos, nesta terça-feira (23), em Aracaju. A Polícia Civil de Sergipe realizou a prisão, atendendo mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário da Paraíba.

A Polícia Civil da Paraíba representou pela decretação da prisão temporária da equipe de policiais sergipanos que participou de uma ação na cidade paraibana de Santa Luzia que resultou na morte do comerciante Gefferson de Moura, de 32 anos.

A morte do comerciante Gefferson de Moura ocorreu na noite da última quarta-feira (17). Segundo os primeiros relatos dos policiais sergipanos, a equipe estava em território paraibano para cumprir mandados de prisão expedidos contra um grupo que atua no roubo de cargas em Sergipe e que estava escondido na Paraíba.

No entanto, segundo a versão dos policiais sergipanos, durante as diligências, eles se depararam com um veículo em atitude suspeita e com o condutor armado com uma pistola. Houve uma reação e os policiais atingiram o motorista, que ainda foi socorrido com vida mas morreu em seguida.

No entanto, as informações não foram confirmadas pelas investigações. O caso passou a ser investigado pela Delegacia de Homicídios da cidade de Patos (PB).

A Secretaria da Segurança Pública de Sergipe emitiu uma nota oficial sobre a prisão do delegado e dos dois policiais:

“Sobre a operação do Departamento de Narcóticos (Denarc) na cidade de Santa Luzia, no interior da Paraíba no último dia 16 de março, a Polícia Civil de Sergipe informa que três policiais se apresentaram voluntariamente nesta terça-feira (23) e foram cumpridos mandados de prisão temporária expedidos pela Justiça da Paraíba e solicitados pela Polícia Civil daquele estado.

Seguindo determinação judicial, os três policiais estão à disposição da Justiça e da Polícia Civil da Paraíba e ficarão custodiados em unidades policiais do estado de Sergipe, já a partir da noite desta terça-feira. Os servidores foram afastados das suas funções na última sexta-feira (19), justamente para garantir uma investigação isenta e transparente.

O inquérito policial continua em andamento no estado da Paraíba. A Polícia Civil de Sergipe reitera que a Corregedoria da Instituição também acompanha o caso e contribui com as investigações.

Secom da SSP/SE