25/03/21 - 08:10:04

Sem pressa para dividir o bolo

Por Adiberto de Souza *

Alguns aliados do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) andam se queixando pelas esquinas de Aracaju da demora do pedetista em dividir o bolo com quem o ajudou a se reeleger. Embora à boca miúda, as queixas aumentaram após o pedetista dizer não ter pressa em promover uma reforma administrativa na Prefeitura, pois está muito satisfeito com os secretários e auxiliares do 2º escalão: “Meu mandato é continuado”, explicou. Essa posição de Nogueira colocou pulgas atrás das orelhas de seus aliados políticos. Para os queixosos, se o prefeito não pensa em renovar o secretariado, não há espaços na administração para os partidos que o apoiam. E são muitos: PCdoB, PSD, MDB, PV, PP, PSC, SD, e Republicanos, todos querendo acomodar os apadrinhados nas gordas “boquinhas” pagas por nós contribuintes. Pelo sutil recado de Edvaldo, os dirigentes partidários terão que esperar mais um pouco para se deliciar com as fatias do tão desejado bolo eleitoral. Portanto, quem procurar o prefeito para tratar sobre este assunto, pode receber como resposta que o apressado come cru. Misericórdia!

Auxílio maior

O governador Belivaldo Chagas (PSD) e outros 15 gestores estaduais defendem que o auxílio emergencial supere os anunciados R$ 150, R$ 250, e R$ 375. Em carta enviada aos presidentes da Câmara Federal e do Senado, respectivamente, Arthur Lira (PP) e Rodrigo Pacheco (DEM), os governadores afirmam que “enquanto a vacinação não acontecer em massa, precisamos garantir renda para a população mais vulnerável”. Os 16 governadores apoiam a iniciativa de mais de 300 organizações defensoras que o auxílio emergencial, a ser pago em abril, seja de R$ 600. Ah, bom!

Imprensa de araque

Com raríssimas exceções, a imprensa sergipana perdeu por completo o gosto pela apuração dos acontecimentos, pela verdadeira notícia. É deveras lastimável que a outrora combatível imprensa de Sergipe tenha trocado a dinâmica da investigação dos fatos e as divulgações polêmicas por notícias insossas, macilentos releases oficiais e notinhas bajulatórias, feitas ao gosto do patrão para agradar o governo de plantão e os clientes endinheirados. Uma imprensa de araque é um péssimo exemplo para os futuros jornalistas. Crendeuspai!

Roleta russa

O presidente da Assembleia, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), reclamou daqueles que defendem o funcionamento presencial do Legislativo. Segundo ele, seria uma irresponsabilidade escancarar as portas do Parlamento em plena pandemia da covid-19: “Todos nós estamos correndo riscos. Ninguém está livre de se infectar com este vírus. Alguns colegas acham que eu deveria abrir os gabinetes para atendimento ao público, mas eu não posso fazer isso. Temos que ter muita calma e paciência”, alertou. Luciano está certíssimo!

Agora vai

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) integra a recém criada Comissão de Segurança Pública. O novo colegiado tratará do combate à corrupção, crime organizado e otras cositas más. Também receberá denúncias sobre narcotráfico, violência rural e urbana, etcétera e tal. Segundo o cidadanista, a nova comissão representa um avanço para o cidadão brasileiro, especialmente os profissionais da segurança. Então, tá!

Braço na seringa

Foi-se o tempo em que ninguém queria colocar o braço na seringa. Agora, além de ir aos postos de imunização, as pessoas ainda publicam nas redes sociais fotografias delas se vacinando. Ontem, o presidente do DEM em Sergipe, José Carlos Machado, festejou ter recebido a 1ª dose do imunizante contra a covid-19. Segundo ele, a vacinação em massa e num curto espaço de tempo “é fundamental para controlarmos as variações do vírus que estão surgindo em nosso país”. É vero!

Limpando a área

E aos poucos, o governador Belivaldo Chagas (PSD) vai afastando os petistas da administração estadual. O último a deixar um cargo no governo foi Sílvio Santos, exonerado do Conselho da Previdência Estadual. Já passou da hora de os petistas entenderem que na coligação governista o PT não é mais o dono da bola. Portanto, se quiserem continuar convivendo no mesmo teto governista, precisam aceitar o jogo a ser jogado de olho nas próximas eleições. Do contrário, aconselha-se mudar de “residência” o quanto antes, indo morar na rua da oposição. Simples assim!

Impostos em excesso

O cidadão brasileiro usa cerca de 40% da sua renda somente para pagar impostos. Como se vê, o número é um indicativo de que a carga tributária é excessiva, penalizando os trabalhadores e o setor produtivo. Segundo estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, como a maior parte dos impostos e contribuições incidem sobre a renda e o consumo, o setor produtivo e as pessoas de menor renda são os mais prejudicados. Isso faz lembrar aquele velho ditado popular: plante e coma, se não o governo toma. Marminino!

Falsos profetas

Pensando unicamente em botar a mão grande no sagrado dinheiro dos fiéis, alguns padres e pastores evangélicos insistem em negar a gravidade do coronavírus. Cinicamente, estes falsos profetas se recusam a fechar os templos onde correm a sacolinha de olho nos trocados dos incautos. Tomara que esses negacionistas de Bíblia em punho sejam tocados pelo bom senso, antes que tenham de chorar pelas mortes de parte considerável dos seus rebanhos. Vade retro satanás!

Na lata do lixo

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) anda desconsolado com o desinteresse da Assembleia em pautar seus projetos de lei. O distinto se queixa que tem propositura de sua autoria esperando para ser pautada desde 2015. Cansado de não ver a sua produção parlamentar sendo discutida em plenário, Georgeo jogou a toalha: “Vou pedir o arquivamento dos projetos que apresentei e estão engavetados”. Home vôte!

Recorte de jornal

Publicado no Jornal do Aracaju, em 6 de janeiro de 1871.

* É editor do Portal Destaquenotícias