31/03/21 - 13:14:46

Dia da Saúde e Nutrição: alimentação saudável aumenta a imunidade

Celebrado em 31 de março, o Dia da Saúde e Nutrição esse ano ganha um aspecto diferente, já que o mundo vive uma pandemia e a alimentação pode ser uma grande aliada para manter o corpo saudável. Uma boa alimentação, principalmente na infância, é a base de uma vida saudável e longa. Quem afirma é a nutricionista Anaxágora Conceição Souza, que atua na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes.

“A prática de uma boa alimentação começa desde cedo, com o nascimento da criança. É indicado o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de idade e de forma complementar até os dois anos. Na fase da alimentação complementar é importante que sejam introduzidos alimentos de qualidade e preferencialmente naturais. Muitos obesos, por exemplo, na vida adulta, tiveram seus hábitos alimentares moldados na infância”, atentou a nutricionista.

Ela observa que os pais têm muita dificuldade de reconhecer o que é uma alimentação saudável para o filho e até se seus filhos possuem algum distúrbio nutricional. “Construir um hábito alimentar equilibrado é  um grande aliado para uma vida saudável. Existe o mito de que a alimentação saudável é cara e inacessível. Temos opções de escolhas alimentares com preços em conta, como a macaxeira, inhame, batata doce, ovos, frutas e verduras. A ingestão de líquidos, principalmente, a água é fundamental para manter o corpo hidratado, que pode evitar que a pessoa sinta cansaço, dores de cabeça, desregulação intestinal e outros males”, disse Anaxágora.

A nutricionista explica que a alimentação de uma gestante deve ser equilibrada, rica em minerais e nutrientes, principalmente, por estar gerando outra vida. “É bom ter um aporte energético adequado, a mãe tem que ter o cuidado com suas escolhas alimentares, procurar sempre produtos de qualidade, buscando consumir bastante verduras e frutas, beber grande quantidade de líquidos, boas fontes de proteínas e sempre dar atenção ao consumo de  ferro e ácido fólico. Qualquer carência nutricional na fase da gestação pode gerar complicações para o bebê”, alerta.

Anaxágora orienta que essas mulheres façam uso de uma alimentação mais próxima da natural, priorizando alimentos in natura ou minimamente processados que podem ser os grãos, raízes, farinhas, legumes, verduras, frutas, leites, carnes, além de buscarem moderação no consumo de sal, óleo e gorduras. “É importante preparar as próprias refeições, já que assim a pessoa pode escolher os melhores alimentos e ter controle da segurança microbiológica. No caso da alimentação em local público, preferir aquele que serve o alimento ‘feito na hora'”, observa.

A MNSL possui uma equipe formada por 14 nutricionistas e quatro técnicas em nutrição, que planejam e acompanham a execução das seis refeições diárias. O serviço de Nutrição da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (MNSL) produz a alimentação de gestantes e parturientes de alto risco que dão entrada na unidade com planejamento necessário para que façam refeições balanceadas e atendam ao valor nutricional adequado.

Fonte e foto assessoria