31/03/21 - 14:55:03

Vereador defende continuação das atividades comerciais até a padronização na Cinelândia

Nesta quarta-feira, 31, aconteceu mais uma reunião entre os representantes da Frente Parlamentar de Turismo da Câmara de Aracaju, Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e dos comerciantes da Praia Cinelândia, localizada no bairro Atalaia. O vereador da capital sergipana e 2º secretário da Casa Legislativa, Sgt. Byron Estrelas do Mar (Republicanos), que também integra a Frente, participou do encontro e, mais uma vez, defendeu que os comerciantes da área continuem com os seus trabalhos enquanto a gestão municipal organiza o processo do comércio na área.

Na oportunidade, o diretor de Orlas e Parques da Emsurb, José Olino de Castro Lima, e o gerente de Orlas, Raphael Barreto, apresentaram parte do planejamento que vem sendo organizado pela Prefeitura para regularizar, com base nas leis competentes, o espaço, que será destinado ao comércio de pessoas que estão inseridas em um cadastro também feito pela gestão municipal, que contém 38 pessoas inscritas.

O planejamento foi realizado com base em experiências de outras capitais, a exemplo do Rio de Janeiro e Recife. Uma das preocupações do vereador Byron é sobre o período em que ocorrerão os trâmites para organizar e legalizar a atuação dos comerciantes na área. “O que foi passado para todos nós é que os comerciantes vão poder comercializar na área de maneira ambulante. Vai para a praia, leva seus serviços e, após o período de vendas, retorna para casa sem deixar os pertences na localidade, até que seja tudo organizado e padronizado. Para mim, que sei bem o que cada trabalhador do segmento de bares está passando, é um verdadeiro alívio, pois entendo que eles poderão continuar lutando para levar o seu pão de cada dia para casa”, ressaltou o sargento.

Durante a reunião, ficou acertado entre Byron e o vereador Fabiano Oliveira (PP), que preside a Frente Parlamentar, a ida a empresas privadas estaduais para solicitar o apoio para área de trabalho dos comerciantes. “Não queremos que essas pessoas tenham gastos, principalmente neste momento tão delicado que afeta todo o país. Vamos atrás de empresas para pedir apoio para os comerciantes da reunião. Temos certeza que vamos encontrar bons parceiros”, disse confiante Byron.

Por Pábulo Henrique, assessor de imprensa