01/04/21 - 15:17:52

Linda Brasil cobra dos governos ações energéticas de combate a Covid-19

Na manhã desta quinta-feira, 1º, a vereadora Linda Brasil (PSOL), usou o Grande Expediente para falar sobre as ações e proposituras desenvolvidas, até o momento, em 3 meses de mandata. Em sua fala trouxe aspectos relacionados ao fato dela ser a primeira mulher trans nesse espaço parlamentar, a característica de trabalho coletivo que imprime a sua atuação e os desafios no atual contexto histórico político que são grandes.

“Ser uma militante dos movimentos sociais e estar no parlamento não é fácil. São espaços muito diferentes da disputa e da formulação política. Esse espaço tem servido para construir ações de forma coletiva e em diálogo constante com a população e movimentos sociais. Tenho me posicionado de maneira crítica aos Governos (federal, estadual e muncipal), mas também tenho uma atuação propositiva. Mesmo com as divergências de ideia, mas que a coletividade, as pessoas da população devem ser a prioridade,” informou.

A mandata tem caminhado em diálogo com os movimentos sociais. Como resultado desta jornada neste período, até o dia 31 de março foram feitas 74 proposições entre Projetos de Lei, Indicações, Requerimentos e Moções, e ao somar este número com intervenções feitas via ofício são 90 ações da parlamentar no âmbito institucional. Além disso a mandata instalou o Fórum Popular de discussão permanente com os movimentos sociais.

A parlamentar tem sido firme nas cobranças pela criação de uma rede de proteção social que garanta auxílio financeiro a todas e todos trabalhadores e setores prejudicados com a pandemia; auxílio emergencial digno para a população, celeridade na aquisição e aplicação de vacinas e a implementação de políticas públicas que possam começar agora e ir além do período de pandemia como: renda básica, mais investimentos em saúde e educação públicas. Linda tem denunciado com firmeza os ataques contra a democracia, contra à imprensa, contra a ciência e a política genocida do presidente da república que desde o início da pandemia tem se recusado a adotar os protocolos científicos e médicos e estimulado as pessoas a irem contra as orientações de especialistas.

“Ontem o país registrou mais um recorde de mortes por covid: 3950. Precisamos agir respeitando os profissionais da ciência, da saúde, que sabem o risco do colapso.

A tragédia pode ser maior e chegarmos a um ponto insustentável!

Esse número de mortes em 24h é maior do que a soma de mortes, em 11 países simultaneamente no mesmo período de tempo. O que está acontecendo aqui pode ter agravamento mundial. O que está acontecendo no Brasil é algo grave é uma guerra, é preciso termos uma interlucução com órgãos internacionais. Precisamos evitar perder vidas. Precisamos evitar virar uma fábrica de variantes do vírus. Todas essas mortes eram evitáveis se o nosso governo federal não fosse negacionista e genocida, estamos aproximando da média de quase 3000 mortes por dia, esse não pode ser o novo normal!”, denunciou Linda.

A parlamentar ainda acrescentou que sua atuação não é só para a população LGBTQIA+, mas para toda a classe trabalhadora, para toda a militância de esquerda, as forças progressistas e toda população quer queira de fato o melhor na nossa cidade. Estamos contribuindo com a construção de uma cidade inclusiva para a maioria das pessoas tão sofridas no seu cotidiano.

Denúncia de excessos em abordagem policial

A vereadora aproveitou a fala para denunciar as agressões sofridas por moradoras e moradores da Ocupação do Centro Administrativo no último fim de semana. “Nesse sentido, quero chamar a atenção das autoridades do Estado, em especial do governador e do secretário de Segurança Pública, para as denúncias que tem aparecido sobre a abordagem policial no cumprimento do toque de recolher. Quero expressar minha solidariedade às famílias da Ocupação do Centro Administrativo. No último sábado pessoas da comunidades passaram por uma abordagem violenta com agressões físicas aos moradores e disparos de tiros pra cima e para o chão.

Repudiar essa atuação truculenta dos agentes da segurança pública nas periferias da cidade. Sabemos que é preciso a segurança porém é preciso que esses trabalhadores passem por formações sobre abordagens.”, ressaltou.

Na oportunidade, a vereadora enfatizou a situação difícil que a classe trabalhadora vem vivenciando no período de pandemia, sendo fundamental que sejam desenvolvidas pelo governo municipal ações de proteção social para todas/todes/todos que precisam de ajuda nesse momento difícil em que a maioria da classe trabalhadora tem que escolher entre morrer de fome ou se arriscar a ficar doente com covid.

Encontro virtual com Embaixadora do Canadá

Linda Brasil colocou sobre o importante encontro virtual com a embaixadora do Canadá no Brasil, Jennifer May. “A reunião buscou discutir os desafios enfrentados por mim, a primeira mulher trans eleita vereadora de Aracaju e os grupos vítimas de discriminação, incluindo população trans, afro-brasileira, mulheres, e indígenas. A violência política de gênero e as ameaças enfrentadas no âmbito das eleições locais também foi tema da nossa conversa.”, explicou.

A vereadora e ativista destaca a importância da conversa em um momento muito oportuno, de preocupação com os rumos da democracia brasileira e as violações de Direitos Humanos. “Estreitamos relações e articulações políticas que coloco aqui a disposição do conjunto desta casa legislativa para fazer avançar os direitos da população.”, manifestou.

Por fim, parabenizou o companheiro de luta, o advogado Henry Clay que chega às fileiras do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), e que seu ingresso engradece o partido e a luta. “Seja bem-vindo a esse projeto coletivo e de luta, e que incomoda muita gente que não consegue entender que pessoas trans, negras, LGBTQIA+ e outras vão ocupar esses espaços de poder.”, destacou.

Por Laila Oliveira