01/04/21 - 15:59:27

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2021 TERÁ CHUVAS TORRENCIAIS E DENTRO DA MÉDIA, DIZ CMT

Centro de Meteorologia de Sergipe emitirá boletins de alerta caso necessário

O Centro de Análises e Previsão do Tempo e Clima, Meteorologia e Mudanças Climáticas – (CMT), prevê para o trimestre entre abril e junho de 2021, probabilidade dos totais pluviométricos entre valores normais a abaixo da faixa normal climatológica na área que compreende o centro-leste da Região Nordeste, excetuando a faixa litorânea entre a Paraíba e Sergipe, podendo ocorrer chuvas torrenciais, que são chuvas distribuídas de maneiras irregulares.

De acordo com o meteorologista da Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente (Serhma), Overland Amaral Costa, a incidência das chuvas será variada entre os territórios sergipanos. “No litoral e no Território Agreste elas ocorrerão em torno da sua média, enquanto que e no Alto e Médio Sertão estarão normais e até mesmo abaixo da média. No entanto, iremos monitorar e ficarmos atentos, pois as chuvas podem se formar de maneira irregular, como já vem sendo já registradas desde o início do ano, em que elas têm ocorrido abaixo ou na média, porém com distribuições irregulares”, explica.

O meteorologista informa que a equipe da Serhma está atenta para emitir algum alerta. “Qualquer fenômeno para emissão de boletins de alerta. “As chuvas torrenciais requerem atenção, pois, podem surgir de repente. Assim, junto à Defesa Civil Estadual, estaremos de prontidão para a emissão de boletins de alerta e ações de prevenções de desastres, inundações e desabamentos”, ressalta.

De acordo com a climatologia, a região litorânea tende a ser a mais chuvosa para o período analisado, sendo os maiores valores ocorrendo provavelmente nas mesorregiões do Baixo São Francisco, Leste Sergipano, Grande Aracaju e Sul Sergipano com valores acumulados acima de 700 mm no trimestre. Nos outros territórios, os valores apresentam-se em menor intensidade, entre 500 a 650 milímetros de chuva, enquanto que no Alto e Médio Sertão, na faixa semiárida do Agreste Central e Centro Sul Sergipano, a quantidade de chuva será em torno de até 400 mm.

Informações e foto assessoria