03/04/21 - 07:29:41

VACINAÇÃO E ATENDIMENTO A PACIENTES ESTÃO SUSPENSOS DURANTE FERIADO EM TOBIAS

 

Enquanto a Capital e diversos municípios sergipanos seguem a todo o vapor na vacinação contra a Covid-19, a cidade de Tobias Barreto deu ponto facultativo ao vírus durante a Semana Santa e interrompeu a imunização dos tobienses.

E não é somente isso, o atendimento Covid-19 também foi suspenso, o que significa que qualquer cidadão que esteja com síndrome gripal ou suspeita da Covid-19, deve recorrer diretamente ao hospital, o que não está dentro do protocolo de combate ao vírus.

A psicóloga Maria Imperatriz sentiu na pela mais esse descaso do Poder Público de Tobias Barreto. Ela se deslocou com a sua mãe, uma idosa de 78 anos, até um posto de saúde para tomar a 2ª dose da vacina contra o coronavírus, mas sem sucesso. Detalhe: a segunda dose estava previamente agendada.

“No dia de ontem busquei o posto de saúde João de Souza para que a minha mãe pudesse estar tomando a segunda dose da vacina contra o coronavírus. Ela tem 78 anos e não estava aberto devido a um decreto municipal. Não era apenas esse posto, não existia nenhum ponto de vacinação”, explicou a psicóloga.

Segundo ela, no momento mais crítico de enfrentamento à pandemia da Covid-19, uma atitude dessas de fechamento de unidades que auxiliam a população contra o vírus, pode ser vista como falta de estratégia e irresponsabilidade.

“Estamos atravessando uma pandemia, onde existe um estado de emergência, um estado de alerta. Estamos todos com a vida modificada por conta disso e buscando, principalmente a imunização de todos. Minha mãe seria a segunda dose, e para aqueles que seria a primeira? Como buscar? Aonde buscar? E o que fazer? Usar máscara, toque de recolher, isolamento social, tudo isso é indicado. Mas, hoje, principalmente a vacinação, porque ela salva vidas. A gente precisa de providências urgentes, porque, segundo consta, somente segunda-feira é que tudo vai voltar a funcionar. O tempo precisa ser usado a nosso favor e nesse momento, ainda mais. Soldados que abandonam suas armas (vacinas) no auge da guerra”, lamentou Imperatriz.

A equipe de Reportagem obteve informações de que as denúncias já chegaram ao conhecimento do Ministério Público de Sergipe.

Da assessoria