Aracaju, 4 de agosto de 2021

E-book de alunos da UNINASSAU é adotado por municípios sergipanos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A obra infantil vem promovendo cultura, aprendizado e diversidade

O  e-book Antologia Literária de Recontos, produzido por alunos do curso de Pedagogia da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Aracaju, foi adotado como livro referência por escolas de municípios sergipanos. O livro já é considerado destaque por professores da educação básica de ensino da capital.

A obra faz uma combinação e adaptação dos contos clássicos da literatura infantil, reescritos e apresentados com temáticas contemporâneas e várias abordagens atemporais, porém, importantes para o público infantil e a sociedade como um todo. “A obra foi pensada com a finalidade de proporcionar aos alunos do curso de Pedagogia, o aprofundamento e extensão da formação acadêmica”, atenta a professora da UNINASSAU Aracaju, Alessandra Monteiro, que orientou os alunos durante a produção do e-book.

“A escolha das escolas pelo e-book vai estimular a cultura acadêmica, contribuindo com a construção positiva da identidade dos estudantes, além de promover o respeito à diversidade e a autoestima em sua formação”, complementa a professora.

Ler na infância

Alessandra explica que a obra articula a proposta metodológica da teórica e prática, bem como apresenta os benefícios do ler na infância, despertando, assim, o gosto pela leitura e escrita. “Quem lê possui bem mais habilidade para escrever. O livro promove essa relação de forma simples e acessível aos alunos da educação básica”, conclui Alessandra.

Por Suzy Guimarães

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Turismo é o setor que mais se digitalizou durante a pandemia
Belivaldo prorroga auxílio Cartão Mais Inclusão Emergencial e cria o Pró-Sertão Bacia Leiteira
Transferência de dinheiro da Saúde para conta pessoal: “Valor chega a quase R$ 200 mil”, diz vereador Ricardo Marques
Deputado questiona insucesso de ações de sindicatos no TJ de Sergipe