13/04/21 - 11:51:03

Vereador Joaquim da Janelinha reivindica direitos da sua comunidade

O vereador por Aracaju Joaquim da Janelinha (PROS), disse em sessão remota na manhã desta terça-feira, 13, que a audiência com a secretária municipal da saúde, Waleska de Souza que aconteceu na tarde de ontem, 12, foi extremamente proveitosa. O parlamentar enfatizou que a secretária é uma excelente gestora, respondendo a todos os questionamentos dos vereadores presentes.

“Dra. Waleska apresentou o relatório anual, respondeu também a nossos questionamentos com muito zelo e precisão. Esse foi o primeiro encontro que tive com a secretária, e confesso que fiquei muito satisfeito. Enviei após reunião uma mensagem a parabenizando pela sua firmeza nas palavras, pelo domínio que ela tem na área da saúde, e que, com toda certeza, nós estamos em boas mãos”, completou Joaquim, que citou também sobre a sua cobrança no quesito hospital de campanha.

“A secretária relatou toda a dificuldade para a construção de um hospital de campanha devido também ao oxigênio, mas que com fé em Deus, até próxima sexta-feira, 16, serão anunciados 50 leitos de enfermaria, que é de responsabilidade da Prefeitura de Aracaju, desafogando um pouco o colapso o qual estamos passando. Acredito que desta forma, o Governo do Estado irá diminuir o número de enfermarias, as transformando em leitos de UTI”, disse.

Joaquim também citou a sua preocupação com os comerciantes: “Eu tenho grande esperança que, consequentemente a isso, o toque de recolher seja flexibilizado para que os nossos comerciantes retomem suas atividades na íntegra. Ontem mesmo, o Sr. Renato, dono de um dos estabelecimentos mais antigos aqui do bairro Farolândia, enviou um comunicado que estará parando as suas atividades a partir do dia 1º de maio, por não suportar esse ano tão difícil. Imagine como estão os pequenos comerciantes do nosso bairro, cidade e estado? O sofrimento está grande sim, e nós, enquanto parlamentares, que somos a voz desse povo dentro das suas comunidades, nos sentimos muito mal com tudo isso”, completou.

Outra questão difícil e também pontuada pelo parlamentar é a insegurança da comunidade Augusto Franco, que, segundo ele, o número de assaltos e furtos está abusivo.

“Ontem, 12,  por exemplo, às 19h30, um jovem trabalhador daqui da comunidade teve sua moto furtada, por essa e tantas ocorrências decorrentes, gostaria de solicitar ao Governo do Estado, à Secretaria de Segurança, e ao coronel Hilário Santana, que é responsável por nossa região, o aumento do efetivo. Aqui existem muitas rotas de fugas, então é preciso uma inspeção de fato, e ainda, nesse momento tão difícil de pouca renda e enfrentamento de insegurança”.

Discordância

“Volto a dizer que não concordo com o fechamento da Biblioteca Municipal Ivone de Menezes para ocupação de um Posto Policial. Como professor e gestor escolar, e estando também à frente de projetos para implementação de leitura e lazer para os nossos adolescentes na biblioteca, devemos providenciar um outro local para este fim. Já tivemos um ponto de Posto Policial na Igreja Catótica; no Colégio Ofenísia Freire; e que agora a nossa ideia é levarmos para a Praça da Juventude, para ser realizado esse trabalho em conjunto com a Guarda Municipal, que já tem o seu ponto, mas fechar a Biblioteca não é a melhor opção”, finalizou Joaquim.

Foto assessoria

Por Monique Costa