Aracaju, 25 de setembro de 2021

Emsurb utiliza barco para coleta de materiais descartados irregularmente

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
A Prefeitura de Aracaju, por meio da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb), adquiriu um barco de pequeno porte com o objetivo de auxiliar os serviços de monitoramento e coleta de materiais descartados irregularmente em quatro rios que cortam a capital, entre eles o Parnamirim, Sergipe, Poxim, Vaza-Barris.
O barco, que já atua desde o fim de 2020, é mais uma ferramenta que se soma à estratégia da gestão municipal à prevenção de enchentes em dias de chuvas intensas, eventualmente causadas por resíduos que obstruem o fluxo dos rios, a exemplo de móveis, pneus, podas de árvores, lixo doméstico, resíduos de construção civil e até mesmo restos de animais.
“É um serviço que a Emsurb realiza em parceria com a Defesa Civil para o monitoramento dos rios que fazem ligação com a capital, a exemplo do Parnamirim, Sergipe, Poxim, Vaza-Barris, rios que trazem preocupação em virtude da proximidade das chuvas. Com o barco, fazemos uma inspeção detalhada, verificando se há qualquer tipo de obstrução no fluxo. Durante o percurso, temos a infelicidade de encontrar diversos descartes irregulares, como geladeiras, fogões, televisores, além de árvores que caem e obstruem o fluxo”, afirma o diretor de operações da Emsurb, Bruno Moraes.
Moraes revela que a embarcação é pilotada por um funcionário da Emsurb, o qual realizou cursos e recebeu habilitação da Marinha e certificados da Defesa Civil Municipal. Além do comandante, compõe a equipe outros três funcionários da empresa, como podadores e auxiliares técnicos.
“Com essa ação, a Emsurb visa realizar um serviço de qualidade. Era um serviço que a gente sentia que tinha muita necessidade. O barco, na verdade, veio para se somar com o Cata-Treco, com as campanhas de descarte irregular e a coleta regular, fechando o ciclo preventivo contra chuvas para evitar qualquer tipo de incidente”, diz o coordenador, ao complementar que o monitoramento acontece duas vezes por semana.
“Nos planejamos, pelo menos, uma ou duas vezes por semana para percorrer os rios e fazer o monitoramento mais próximo possível para identificar qualquer obstrução. Quando identificamos o menor risco possível, utilizamos o barco e fazemos a retirada do que encontramos pelo caminho. Vemos isso como uma grande ferramenta da Emsurb, agregando ao serviço de limpeza”, conclui.
Outras ações
A Prefeitura de Aracaju possui um planejamento estratégico no sentido de contribuir com o conceito de cidade limpa e atrativa para os munícipes, a exemplo da coleta seletiva de lixo diária em todos os bairros, limpeza de praias, varrição de ruas e praças públicas.
Além disso, mantém ativo um projeto de utilidade pública para a população: o Cata-Treco, que visa recolher materiais que não têm mais serventia, ocupam espaço, acumulam sujeira nos quintais dos cidadãos e que, muitas vezes, são descartados irregularmente nas ruas, avenidas e terrenos baldios da cidade.
Há também inspeção constante dos bueiros e canais de esgotamento sanitário da cidade, por parte da Empresa Municipal de Obras e Urbanização
(Emurb).
Em dias de chuva, equipes da Defesa Civil também monitoram os principais pontos de risco da cidade, além de enviar, via SMS, mensagens de alerta sobre mau tempo a mais de 50 mil telefones cadastrados.
Fonte e foto assessoria
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Polícia prende mulher que praticou roubo de motocicleta no Bugio
Enock Ribeiro, secretário Socorro, recebe Título de Cidadão Sergipano
Eliane participa reunião com articuladores do Selo UNICEF
Fábio Reis assina ordem de serviço para pavimentar povoado