13/05/21 - 06:56:23

Prefeitura de Aracaju vacinou 2.321 pessoas nesta quarta-feira, dia 12

A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SES), segue avançando com a campanha de vacinação contra a covid-19. Até o momento, foram imunizadas 117.938 pessoas, o que equivale a 17,73% da população. Somente nesta quarta-feira, 12, foram vacinadas 2.321 pessoas, sendo 1.241 idosos, 727 trabalhadores da saúde, 326 com comorbidades, 24 profissionais de segurança e salvamento.

O Município, atualmente, dispõe de vacinas contra a covid-19, a primeira é a CoronaVac, que, após um período de suspensão, por falta de estoque, voltou esta semana a ser aplicada em pessoas que receberam a primeira dose entre os dias 4 e 6 de abril, sendo que o prazo máximo para esse público ser imunizado é até esta quinta-feira, 13.

A segunda é a da AstraZeneca, para aplicação da primeira dose em pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente (cadastradas no BPC) 56+, pessoas com doença renal crônica com idade entre 18 e 59 anos e profissionais das forças de segurança. Quem já cumpriu o intervalo de 90 dias e está apto a receber a segunda dose da AstraZeneca pode se dirigir a um dos pontos de vacinação que estão aplicando a primeira dose dessa mesma fabricante.

A terceira é a fabricada pela Pfizer, cuja aplicação, em primeira dose, está sendo focada em profissionais de saúde, gestantes e puérperas  (com comorbidades). As gestantes passaram a tomar vacina da Pfizer porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu, nesta terça-feira (11), a aplicação da vacina AstraZeneca para esse público, fazendo com que a SMS reorganizasse o cronograma.

Locais

Já os locais de vacinação continuam os mesmos estabelecidos pela SMS: com relação à primeira e segunda doses da AstraZeneca, além do drive no Parque da Sementeira, recebem a vacina nos seguintes pontos: UBS Augusto Franco, UBS Cândida Alves, UBS Marx de Carvalho, UBS Manoel de Souza, UBS Santa Terezinha, UBS Edézio Vieira de Melo, UBS Adel Nunes, UBS Hugo Gurgel, UBS José Augusto Barreto e no Cras João de Oliveira, funcionando das 8h às 16h.

A CoronaVac, além do drive, também está disponível para a aplicação da dose de reforço na Estação Cidadania (Bugio), quadra do Colégio CCPA (Grageru) e UBSs Francisco Fonseca (18 do Forte), Amélia Leite (Suíssa) e Oswaldo de Souza (Getúlio Vargas). Esses pontos de vacinação funcionam das 8h às 16h.

Já a aplicação da vacina Pfizer acontece no auditório que fica no prédio anexo à Escola Municipal Presidente Vargas, na praça Dom José Thomaz, bairro Siqueira Campos, das 8h às 17h, para os profissionais de saúde. Já as gestantes, a partir desta quarta-feira, podem receber a vacina da Pfizer nas Unidades Básicas de Saúde Dona Sinhazinha, no Grageru, e Carlos Hardman, no bairro Soledade.

Vale frisar que as pessoas que tomaram a primeira ou a segunda dose da vacina contra a covid-19 devem esperar pelo menos 14 dias para tomar o imunizante contra a gripe, cuja segunda etapa de vacinação começou na terça, 11.

Confiança

A população aracajuana segue confiante que, com a aplicação da vacina, essa fase pandêmica irá passar e a rotina voltará ao normal. “É um alívio muito grande tomar a vacina, ela é a única arma que a gente tem contra essa doença, que tem devastado centenas de famílias. Sinto-me muito feliz, é uma grande vitória. Mas espero que todos possam ter essa mesma alegria que estou sentindo hoje”, relatou o médico veterinário Carlos Alberto Gomes Correia, de 42 anos, que se dirigiu ao auditório anexo à Escola Presidente Vargas para tomar a primeira dose do imunizante.

Quem também esteve no auditório foi Igor Mateus Alves dos Santos, 20. Ele trabalha com manipulação de medicamentos em uma farmácia da capital e disse não acreditar que estava sendo imunizado. “Com toda essa doença, essas mortes, para mim, ser imunizado, foi algo muito inesperado, estou sem acreditar ainda, mas muito feliz”, disse.

Já Amanda Carvalho dos Santos, 24, estudante de farmácia, disse que, quando entrou no auditório ficou um pouco apreensiva, mas depois o sentimento foi de alívio. “Estava bastante ansiosa, mas agora o meu coração está aliviado. Por tudo que a gente está vivendo, tomar a vacina é muito importante. Só espero que, daqui para frente, tudo volte ao normal”, destacou .

No drive da Sementeira, Maria Rita Santana, 66, não conteve a emoção após tomar a segunda dose da Coronavac. “Estou me sentindo realizada, há muito tempo que a gente espera tomar essa vacina e espero que ela chegue para todos, com fé em Deus. Que os jovens, os professores, todo mundo se vacine logo o mais rápido social”, disse, com lágrimas nos olhos.

A fisioterapeuta Joice Isabel de Goes, 23, também esteve no drive para concluir seu ciclo com a CoronaVac. “Estou muito feliz em completar meu ciclo de imunização e espero que isso seja compartilhado para a maioria das pessoas. A sensação é muito boa e que todos estejam imunizados”.

Foto: Marcelle Cristinne/PMA