14/05/21 - 13:34:30

Linda é contrária a privatização e enfatiza a importância da defesa das empresas públicas  

Na manhã desta sexta-feira, 14, a vereadora Linda Brasil (PSOL) participou da audiência pública “Reflexos da privatização de empresas públicas para Aracaju” na Câmara Municipal de Aracaju. A audiência foi iniciativa da vereadora Ângela Melo (PT), e contou com parlamentares e com a palestra da presidenta do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) e vice-presidenta da CTB Nacional, Ivânia Pereira e o secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Sergipe Jean Marcel Reimon.

O debate ocorreu em torno das preocupações da privatização de empresas públicas, especificamente Correios e instituições bancárias e os problemas que podem ocorrer através dessa medida.

A respeito de uma possível privatização dos Correios, a parlamentar Linda Brasil enfatizou que isso não poderia ser permitido, salientou que a empresa gera lucro aos cofres públicos e que é um patrimônio histórico cultural e material do nosso país e não pode ser entregue nas mãos de instituições que só visam o lucro e tem contribuído para aumentar as injustiças e desigualdades sociais.

O Secretário-geral do SINTECT, Jean Marcel, denunciou a situação de desassistência que os trabalhadores/as vem vivenciando, não recebem os equipamentos de proteção para trabalhar com segurança nesse contexto de pandemia, e nem entraram no Plano Nacional de Imunização. Em relação à privatização, ele informa que a empresa não é deficitária como é argumentado para justificar uma possível privatização, mas ao contrário, é lucrativa.

“Nos últimos quatro anos os Correios tem apresentado um lucro crescente, no último ano, ano de pandemia, observamos um aumento na demanda do E-Comerce, a expectativa é que esse ano o lucro chegue a mais de um bilhão”, destacou.

A vice-presidente do CTB, Ivânia Pereira, colocou os riscos da privatização do Banco do Brasil, que apesar de ser de Economia Mista, hoje é o maior financiador da agricultura familiar. “É importante lembrar que os lucros da empresa pública é revertido para as políticas públicas que beneficiam a população”, pontuou.

A vereadora Linda Brasil também argumentou a importância da defesa das empresas públicas para o desenvolvimento do país, estado e município, e da formação de uma frente de defesa contra os avanços das investidas neoliberais.

“Para que a gente possa fortalecer a luta contra a privatização dos Correios, dos bancos públicos ou da DESO, precisamos intensificar a luta anticapitalista e ser contra esse governo genocida. Não adianta apenas derrotar esse governo fascista em 2022, precisamos derrotar também esse neoliberalismo que destrói os/as trabalhadores/as e servidores/as públicos/as do Brasil”, asseverou Linda.

Fonte e foto assessoria