17/05/21 - 15:31:53

PREÇO DO DIESEL SOBE ACIMA DE 5% NO INÍCIO DE MAIO APÓS QUEDA EM ABRIL

Seguido de cinco altas, combustível havia apresentado recuo nos preços no mês anterior

O mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) aponta novo aumento nos preços do diesel e do diesel S-10 no início de maio. O diesel comum avançou 5,17% na comparação com o fechamento de abril e o valor médio por litro foi de R$ 4,679. Já o tipo S-10 foi comercializado a R$ 4,740, após alta de 5,42%.

“Em abril, ambos os combustíveis haviam apresentado recuo nos preços, tanto no cenário nacional como nos regionais. A redução interrompeu uma sequência de cinco altas consecutivas até março. Mas agora, tanto o diesel comum quanto o diesel S-10, com os aumentos acima de 5% em relação ao fechamento do último mês, apresentam preços por litro maiores que os apresentados em março. O tipo comum está 4,28% mais caro, e o tipo S-10, 4,43% acima”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Os dois tipos de combustível voltaram a registrar aumento de preços em todas as regiões. Os postos do Sul, ainda que com os preços médios mais baratos, apresentaram as maiores altas, de 7,04% no valor médio por litro do diesel comum, e de 7,41% do diesel S-10. Os valores médios identificados na Região foram de R$ 4,350 e R$ 4,406, respectivamente.

No Norte, os postos comercializaram os combustíveis pelos valores médios mais altos. O tipo comum foi encontrado a R$ 4,906, e o tipo S-10 a R$ 4,979. Em relação aos aumentos, a Região apresentou as menores taxas, de 3,41% para o diesel comum, e 4,10% para o diesel S-10.

No recorte entre os estados, o Acre segue como o estado com os valores médios mais altos. O diesel comum foi comercializado a R$ 5,632 nos postos, e o S-10 a R$ 5,534. Já os maiores aumentos de preços foram registrados em Santa Catarina, onde o tipo comum avançou 7,26% e foi encontrado a R$ 4,372, e o tipo S-10, a R$ 4,434, apresentou alta de 7,78%.

O Amapá foi o único estado do País a apresentar recuo nos preços do diesel comum. O combustível foi comercializado a R$ 5,046, após redução de 1,45%. Mas o diesel mais barato foi encontrado no Paraná, a R$ 4,298, mesmo após o segundo maior aumento do território nacional, de 7,16%.

Os postos paranaenses também comercializaram o diesel S-10 com o menor preço médio, a R$ 4,354, e assim como no caso do tipo comum, com o segundo maior aumento na comparação com o fechamento de abril, de 7,64%.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

Sobre a Ticket Log

A Ticket Log tem o propósito de valorizar o tempo das pessoas para que possam aproveitar mais e melhor a vida. A marca conecta pessoas e empresas, por meio de soluções inovadoras e digitais de gestão de frotas e mobilidade, disponíveis para empresas de todos os segmentos e tamanhos, simplificando a mobilidade urbana com informação e inteligência.

Com mais de 30 anos de experiência no mercado e 30 mil empresas-clientes, a Ticket Log administra 1 milhão de veículos e quase 2,5 bilhões de litros de combustível ao ano. Além disso, conta com uma rede de aceitação mais de 36 mil parceiros credenciados, dentre eles postos de combustível, oficinas mecânicas e tantos outros serviços de mobilidade.

A Ticket Log é uma marca da Edenred, plataforma global e digital de serviços e pagamentos que atua como companheira de todas as horas para os trabalhadores, empresas e comerciantes. Líder em seu segmento, conecta mais de 50 milhões de usuários, 2 milhões de estabelecimentos e mais de 850 mil empresas-clientes, em 46 países, administrando transações de mais de 7,1 bilhões de litros de combustível por ano.

RPMA Comunicação