18/05/21 - 16:45:06

Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes: é preciso conscientização

Doutor em Direito, Ronaldo Marinho, explica a importância do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes para ampliar a conscientização.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é oficialmente celebrado no dia 18 de maio, buscando combater a violência sexual e promover com mais intensidade para a sociedade os canais de denúncia. Em consonância, Aracaju agora conta com a Semana de Prevenção e Combate à Pedofilia – data adicionada ao calendário oficial do município devido à Lei 5.292/2020 -, celebrada de 12 e 18 de maio..

O professor da Universidade Tiradentes, doutor Ronaldo Marinho, explica que o dia 18 de maio foi escolhido em alusão a um emblemático caso de violência sexual contra uma criança, no ano de 1973. “Dia 18 de maio é a data comemorativa do Dia Nacional de combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes em homenagem a Araceli Crespo, que tinha oito anos de idade quando foi sequestrada, violentada e assassinada, isso em 1973, no estado do Espírito Santo e seus autores nunca foram punidos”.

O professor ressalta que a data é uma referência para que a sociedade possa enfrentar o tema de forma adequada, para que seja possível sensibilizar a sociedade para entender os problemas relacionados ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e que também seja possível chamar a atenção para os órgãos públicos no sentido de construir políticas públicas de prevenção à essa forma de violência.

Enquanto instituição de ensino superior, formadora de profissionais alinhados com a ética, a Universidade Tiradentes aborda a temática de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes no curso de Direito, como relata o professor Ronaldo.

“A Universidade Tiradentes trabalha de forma transversal com o tema durante todo o ano nas disciplinas de Direitos Humanos e Direito Penal e isso é interessante porque você trabalha não somente com informação para a sociedade, mas principalmente divulgando canais de comunicação que a sociedade pode ter para denunciar os abusos e explorações em que ela tiver conhecimento”.

Ronaldo salienta que os alunos de direito da Unit aprendem e discutem esses temas e isso impacta de modo significativo na formação desses profissionais, sendo que automaticamente  que projetam conhecimentos na sociedade.

Foto Assessora de Imprensa

Por Stefânia Leal e Raquel Passos