21/05/21 - 09:56:33

No Dia Nacional da Língua alunos aprendem sobre Literatura de Cordel e declamam seus textos

Na Dia da Língua Nacional, 21 de maio, alunos da Escola Adventista do Siqueira Campos, escreveram textos em cordel e gravaram vídeos valorizando o sotaque e o regionalismo.

A atividade faz parte do projeto  “Literatura Nordestina”, realizado pela professora Clezia Aquino, do 4 ano. “A valorização da língua é mto importante para a nossa identidade cultural. Por isso, estudamos sobre a literatura de cordel e lancei o desafio para que nossos alunos escrevessem seus textos e gravassem vídeos declamando as suas produções. Foi lindo de ver como a linguagem traz toda a carga cultural de uma povo”, declara.

Com as aulas no sistema remoto, toda a família se envolve na atividade dos alunos. Você pensa que apenas a estudante Maria Eduarda fez a sua atividade e vídeo? Não, não, o seu padrasto Isaugusto Carvalho gostou tanto da ideia que fez o seu cordel e compôs todo um cenário para isso. “Foi uma inciativa muito produtiva que nos uniu, no entreteu e nos ensinou sobre a língua, a literatura e a cultura regional”, coloca Isaugusto.

Foram cordeis em homenagem às mães, sobre a natureza, os animais. Temas para todos os gostos. Segunda a responsável pela Educação Adventista no estado de Sergipe, Walquíria Bezerra o envolvimento da família no aprendizado da criança é de suma importância. “Foi lindo ver que mesmo neste momento de tensão devido à pandemia, às aulas ainda no sistema remoto, os responsáveis se envolvem nas atividades dos alunos. Essa é a missão da Educação Adventista mantes a unidade na família durante o aprendizado também”, enfatiza.

Literatura de Cordel

A Literatura de Cordel é uma manifestação literária tradicional da cultura popular brasileira, mais precisamente do interior nordestino.

Os locais onde ela tem grande destaque são os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Pará, Rio Grande do Norte e Ceará. Por esse motivo, o cordel nordestino é um dos mais destacados no país.

No Brasil, a literatura de Cordel adquiriu força no século XIX, sobretudo entre 1930 e 1960. Muitos escritores foram influenciados por este estilo, dos quais se destacam: João Cabral de Melo Neto, Ariano Suassuna e Guimarães Rosa.

Por Luciana Santana