24/05/21 - 12:18:14

Sistema Hapvida se torna signatário do ONU Mulheres, Fórum LGBTI+ e REIS

Empresa está comprometida com os direitos humanos e com a agenda 2030 dos Objetivos Sustentáveis da ONU

Ter consciência da importância de contribuir com o meio ambiente e com a responsabilidade social são diretrizes do Sistema Hapvida. Desta forma, a companhia se tornou signatária dos selos ONU Mulheres, Fórum de Empresas e Diretos LGBTI+ e da Rede Empresarial de Inclusão Social (REIS), contribuindo para as melhores práticas de governança.

No mundo corporativo, o conceito ESG (Environmental, Social and Governance) ou ASG (Ambiental, Social e Governança, em tradução) é um compromisso que as companhias assumem a longo prazo para contribuir com a sustentabilidade da empresa através de práticas internacionais.

De acordo com Ricardo Mota, Gerente Sênior da área de Gente, Gestão e Diversidade do Sistema Hapvida, fazer parte dessas organizações fortalece a atuação da companhia, especialmente na promoção do Social, do ESG. “Não é sobre instrumentalizar as pessoas, e sim sobre humanizar as relações. Essas iniciativas nos orientam, nos guiam e priorizam as ações, mas a mudança de verdade nasce dentro de cada um. Trazer para a consciência a importância do respeito e a valorização das diferenças aumenta as chances de termos ambientes livres de pré-conceitos e melhoram os resultados e engajamento das pessoas”, destaca.

Majo Campos, Vice-Presidente da área de Gente, Gestão e Diversidade, ressalta que ser signatário “não significa que realizamos todos os compromissos estabelecidos, mas, sim, que estamos prontos para aprender e fazer a transformação que queremos em nossa empresa contribuindo, assim, para uma sociedade mais justa e de oportunidade as pessoas”.

Para a empresa, a intenção é fazer valer a declaração dos Direitos Humanos, que diz: “todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos”. Por isso, esse novo passo da empresa requer responsabilidades, cumprimentos de metas e promoção de ações afirmativas que estejam em linha com as necessidades das pessoas para o crescimento sustentável da empresa e evolução como sociedade.

“Não mudamos o passado mas construímos o futuro, e esta construção é necessariamente coletiva. Estaremos ao lado de grandes organizações que estão nesta jornada há mais tempo para dividirmos experiências e somar ações, afirma Ricardo, e completa que a empresa promove encontros, treinamentos, cartilhas de orientações e formação para seguir nesta transformação social.

Conheça as organizações:

*ONU Mulheres: https://www.onumulheres.org.br/

*Fórum de Empresas e Diretos LGBTI+: https://www.forumempresaslgbt.com/

* REIS https://www.redeempresarialdeinclusao.com/

Fonte e foto assessoria