25/05/21 - 05:19:07

FECHAMENTO DO COMÉRCIO AOS SÁBADOS TEM SIDO SENTIDO POR COMERCIANTES

No dia 4 de março deste ano, o Governo do Estado publicou a Resolução nº 11/2021 que adotou medidas mais duras de combate à pandemia de coronavírus. Entre elas, ficou determinada a proibição de abertura do comércio aos sábados. Passados 81 dias após essa decisão, o Centro Comercial da capital ainda está proibido de funcionar neste dia, o que tem causado problemas para alguns lojistas.

Para Maurício Vasconcelos, vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), já há condições de liberar a abertura dos estabelecimentos sem que isso represente um aumento dos casos de infectados. O dirigente, que possui loja no Centro de Aracaju, afirma que o comércio tem tomado todos os cuidados para garantir a segurança dos clientes e dos colaboradores.

“As lojas estão tomando os seus cuidados, controlando a entrada dos clientes, mantendo o distanciamento, fornecendo material de limpeza e toda a parte de sanitização. Não tem aglomeração. Então, entendemos que a abertura é algo perfeitamente possível neste momento”, assegura. Maurício lembra que o sábado representa um dia importante de faturamento para o comércio, por isso, muitos têm sofrido com a proibição ao longo desses meses.

“O sábado para toda a atividade comercial é o melhor dia. Apesar de ser um dia de expediente mais curto, ele geralmente representa um movimento maior em relação aos outros dias da semana. Se formos comparar, o sábado tem uma venda efetiva melhor. Tem gente que trabalha de segunda à sexta e usa  justamente esse dia para ir ao comércio. Então, para nós, está fazendo muita falta”, lamenta Maurício.

O vice-presidente conta que havia uma expectativa para a liberação no último decreto, publicado na semana passada. Contudo, o Governo liberou o funcionamento de bares e restaurantes aos sábados, mas manteve a proibição ao comércio. Maurício pede a compreensão do poder público e questiona se essa medida não pode estar causando um efeito contrário ao esperado.

“Será que esse fechamento tem trazido os resultados esperados? Fica a dúvida de que, será se ao longo desses três meses, com todos esses sábados fechados, gerando assim um feriado prolongado, não seria um estímulo para essas pessoas não ficarem em casa e se aglomerarem fazendo encontros? Será que as pessoas estão tomando os cuidados ficando em suas casas?”, finaliza Maurício.

Por Daniel Almeida Soares