25/05/21 - 16:09:48

Oxigenação Extracorpórea por Membrana: tratamento utiliza equipe

Profissão fundamental no combate à pandemia do novo coronavírus, o enfermeiro está constantemente em aprendizagem, incluindo sobre a  técnica ECMO, utilizada para pacientes em falência respiratória e que conta com uma equipe multidisciplinar para manuseio.

Destaque por conta do uso no ator e humorista Paulo Gustavo, a ECMO é sigla para Oxigenação Extracorpórea por Membrana, e constitui um dos recursos avançados no manejo de pacientes com hipoxemia grave e refratária. Dotado de uma membrana capaz de oxigenar o sangue, além de uma bomba de pulso contínuo, o equipamento impulsiona o sangue através de cânulas venosas e/ou arteriais.

A professora da Universidade Tiradentes e enfermeira Shirley Dosea dos Santos Naziazeno explica que embora esteja sendo discutida por conta do tratamento contra covid-19, a ECMO já era utilizada em pacientes com falência cardíaca. Em Sergipe, o Hospital Cirurgia é a única instituição de saúde a fazer uso desta terapia.

“É indicada para pacientes que apresentam falência respiratória e, consequentemente, grande deficiência de oxigenação sanguínea. Também é indicada para pacientes que apresentam síndromes de escape de ar e  falência cardíaca”.

Shirley Dosea dos Santos Naziazeno relata o trabalho do enfermeiro na utilização do ECMO e as vantagens desse equipamento.

“Alguns hospitais exigem enfermeiros com certificações ou perfusionistas, especialistas em circulação extracorpórea, para atuar com a ECMO, e ainda dispõe de treinamento contínuo e especializado”.

Terapia de suporte, a ECMO exige equipe multidisciplinar de profissionais, incluindo o enfermeiro, que atua na avaliação dos pulsos periféricos, também da perfusão capilar do paciente, como explica Shirley.

“Existem vários cuidados com pacientes que fazem uso da ECMO realizados pelo profissional enfermeiro, como avaliação dos pulsos periféricos, por meio da perfusão capilar do paciente, da temperatura da pele e coloração das extremidades. O enfermeiro também deve aplicar algumas escalas neurológicas para avaliar o quadro neurológico do paciente, controlar e administrar medicamentos de acordo com a prescrição médica, monitorizar padrões respiratórios. É um trabalho que inclui também instruções aos acompanhantes”.

Assessoria de Imprensa