26/05/21 - 12:45:09

Agentes de combate a Endemias de São Cristóvão recebem novos Equipamentos

Os agentes de endemias de São Cristóvão participaram nesta terça (25) de uma capacitação para utilização e manuseio dos novos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) comprados pelo município. Foram recebidos EPIs para seis agentes de endemias responsáveis pelo trabalho de controle vetorial do Aedes Aegypti: kits contendo calça, blusão, aventais, botas, luvas, máscaras respiratórias, óculos de segurança, abafador ouricular e boné árabe.

A capacitação englobou um treinamento sobre como colocar e retirar os Epis de forma correta e segura, como utilizar o novo inseticida que está sendo utilizado pelo estado, e quais foram as alterações desde a última capacitação, entre outros.

“Como estamos tratando de inseticida, nós orientamos os agentes a tanto se proteger como proteger a comunidade. Em tudo existe uma técnica para alcançar o objetivo maior que é eliminar os vetores”, afirmou Edivaldo Pereira Maciel, supervisor regional do estado que realizou o treinamento.

“Essa é uma capacitação que mostra como se deve usar os EPIS, que tipo de EPIS são, como utilizar de maneira correta, como vestir e retirar os materiais. Durante a técnica mostramos da teoria à prática, como também a manutenção da bomba e uso do nebulizador costal motorizado, entre outras práticas”, explicou ele.

Para Elis Correia, coordenadora da Vigilância Ambiental da secretaria de Saúde de São Cristóvão este é um trabalho importante para as ações de bloqueios nos casos onde são detectados pacientes suspeitos ou confirmados de dengue, chicungunha ou zikavírus. “Além da parte educativa, que vai se manter e ampliar ainda mais, a gente deve ter agora o controle químico do vetor para o mosquito adulto. Com relação à dengue devemos ter um trabalho amplo e continuado em três setores: o controle mecânico de reservatórios, o controle químico e principalmente o trabalho educativo e informativo junto à população. Evitar é o melhor remédio para dengue, e toda a população deve ter muita atenção para não ter criadouro da dengue dentro de suas casas, onde atualmente é nosso principal foco, principalmente em lavanderias”, reforça a coordenadora.

Para Vanderlei Gomes, agente de Endemias do município que participou da capacitação, o profissional deve se profissionalizar constantemente nessa área. “Os profissionais de saúde devem se profissionalizar e se adequar, pois as tecnologias vão mudando e é de grande importância termos esse tipo de capacitação. Assim prestamos um trabalho melhor para a comunidade e isso é bom para todos”, enfatizou.

Fonte e foto assessoria