26/05/21 - 06:11:36

Prefeito defende plano emergencial de enfrentamento à crise econômica

O prefeito Edvaldo Nogueira participou, nesta terça-feira, 25, do 2º Festival ODS, voltado às discussões sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Tendo como tema “Crescimento econômico e trabalho decente”, o evento virtual, promovido pela Agenda Pública e Estratégia ODS, tem o objetivo de propor soluções viáveis para a sustentabilidade no Brasil e acelerar novos modelos de desenvolvimento.

A programação, que engloba uma série de eventos paralelos, busca dialogar com diversos setores para estimular novas formas colaborativas de trabalho. Nesse contexto, a Frente Nacional de Prefeitos (FNP) participou dos debates representada pelo presidente Edvaldo Nogueira, e pelo vice-presidente de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), Alex Grael, prefeito de Niterói (RJ).

Em sua exposição, Edvaldo destacou que, diante do aprofundamento das desigualdades e do impacto da pandemia, é preciso se pensar em um plano emergencial de enfrentamento da crise econômica, sem que isso signifique negligência às questões relacionadas à saúde, sobretudo a vacinação contra a covid-19. “Vida, saúde e economia são faces da mesma moeda. A gente necessita seguir no combate à pandemia, precisa acelerar a vacinação e é fundamental que a gente comece a pensar de que maneira temos que buscar a recuperação econômica e não esperar o fim da pandemia para discutirmos este ponto”, disse.

Para o prefeito de Aracaju, auxílio emergencial aos mais vulneráveis, incentivos para recuperação de empresas afetadas pela pandemia e investimento efetivo na vacinação são ações fundamentais para o momento. “A vacinação é um elemento muito importante para que rapidamente a gente possa voltar a ter uma vida normal. Acho que esses três elementos se encaixam”, afirmou.

Atualmente, segundo o diretor da Agenda Pública, Sergio Andrade, 42% da população brasileira ocupada está na informalidade e “geralmente em postos menos produtivos”, por isso, ele insistiu que falar em crescimento econômico é fundamental, pensando em setores como de serviço e comércio. “A mensagem que os ODS nos trazem, de não deixar ninguém para trás, no Brasil significa de forma muito emblemática: trabalho, emprego, renda e proteção social”, destacou.

Para o chefe do setor de cooperação da Delegação da União Europeia no Brasil, Stefan Agne, “identificar trabalho decente para as pessoas é essencial para o projeto europeu e para o sucesso da Agenda 2030”. Na ocasião, ele também reconheceu como “excelente” o trabalho desenvolvido pela Estratégia ODS, coalizão que reúne organizações representativas da sociedade civil, do setor privado, de governos locais e da academia com o propósito de ampliar e qualificar o debate a respeito dos ODS, entre elas a FNP.

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA