Aracaju, 22 de setembro de 2021

Terceira onda do vírus é risco

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

Há receio da chegada de uma terceira onda do coronavirus no Brasil, que teria origem na Índia. São Paulo já está em alerta absoluto e algumas cidades com problemas pela falta de UTIs e até de enfermarias. A preocupação maior é que não se espalhe pelo resto do Brasil e há uma preocupação de aumentar vacinação nesses municípios para evitar que ultrapasse fronteiras. Além disso, os Estados Unidos vai investigar laboratórios de Wuhan, na região central da China, para levantar a verdade sobre o surgimento do vírus. Há desconfiança de que fora fabricado lá.

Segundo informação do Money Times, a terceira onda do coronavírus, que começa a apresentar sinais no Brasil, terá um impacto maior na política do que na economia, aponta o Credit Suisse em um relatório enviado a clientes ontem. Nas últimas duas semanas, o número de casos aumentou em regiões como o Sul e Centro-Oeste. Embora a média móvel de mortes tenha permanecido estável em torno de duas mil por dia no mês passado, esse número é muito superior ao pico em 2020 de 1.050 mortes.

Assim, a terceira onda ainda não se registra como um fato que se tenha como incontrolável, mas que precisa de maior avaliação, estudos e disposição para contê-la no início, em condições de evitar que ela se torne um Tsunami em todo o Brasil, que começa a sentir certo alívio onde a infecção está quase sob controle, como é o caso de se testar quem chega aos demais Estados e impedir a circulação de pessoas infectadas, que circulam sem ainda ter conhecimento de conduzir o vírus.

Os cientistas já estão avaliando e o Ministério da Saúde demonstra maior preocupação e há projeto para aceleração das vacinas, hoje mais em consequência da CPI da Pandemia no Senado, que por interesse do Governo Federal. Não há necessidade de qualquer tipo de pânico, mas é preciso ter cautela, respeito às normas sanitárias, obediência a todas as orientações e, principalmente, não trocar o que pareça fútil pela vida. Tudo vai depender muito da forma como a população se comporta e reage, para que a terceira onda não ultrapasse os limites do horror e que  se retome à normalidade com rapidez. Sergipe vai bem e para melhorar precisa do entendimento amplo de cuidado e zelo pela vida.

Conversa aguardada

O senador Rogério Carvalho (PT) terá uma conversa com o governador Belivaldo Chagas (PSD), no momento definido, para tratar de sua candidatura à sucessão de 2022, e ver se conquista o apoio do grupo que integra até hoje.

*** Quer ser candidato pelo bloco de apoio ao Governo, onde se encontra até agora, mas sabe que tem problema com outros partidos que integra a aliança.

*** Dentro da base aliada encontra obstáculos políticos e não terá apoio sequer para indicar algum nome para a chapa majoritária.

Rearrumar a oposição

Rogério Carvalho inclusive está em Sergipe e continua conversando com velhos e novos partidos de oposição para a formação de um bloco.

*** Terá encontros com lideranças do PSDB e DEM para tentar rearrumar a oposição que também já esteve do lado oposto ao PT.

*** Segundo uma fonte bem avisada, “Rogério quer formar o bloco para não ser considerado o candidato que rompeu”.

Tem um detalhe

O senador Rogério Carvalho só não fará composição com o Cidadania, liderado em Sergipe por seu colega Alessandro Vieira, por questões de caráter político.

*** Embora o Cidadania seja um partido remanescente do PCB, depois PPS, não há um bom relacionamento entre a sigla e o próprio PT.

*** A tendência do Cidadania é lançar candidatura ao Governo e o nome que se fala é exatamente o do senador Alessandro Vieira.

Quer disputar Governo

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) mantém o desejo de disputar o Governo do Estado em 2022. Está querendo participar do pleito, “mas não deseja impor nada porque acha que o grupo é que tem de decidir”.

*** Edvaldo se dá bem e é próximo do governador Belivaldo Chagas e se dá muito bem com Ulices Andrade, com Fábio Mitidieri e Laércio Oliveira. A decisão do bloco será seguida naturalmente por ele.

Não temeria depor

A CPI da Covid não vai convocar para depor prefeitos das Capitais, mas Edvaldo disse que não temia ser chamado a depor, porque não tem nada a temer.

*** A informação é de que o nome de Edvaldo teria sido sugerido pelo senador Alessandro Vieira, que se tornou seu adversário desde as eleições à Prefeitura.

Belivaldo fora

A CPI da Covid convocou nove governadores para depor e um ex-governador -Wilson do Rio de Janeiro – que devem esclarecer os recursos aplicados durante a Pandemia.

*** Entre os governadores que não foram convocados está o de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), pela forma transparente do uso de todos os recursos.

*** Quase um mês após o início dos trabalhos da comissão, essa é a primeira ação cujos alvos são os representantes de estados.

Pirotecnia política

Jairo de Gloria (Republicanos) assumiu ontem vaga na Alese e, perguntado se assinaria a CPI da Covid no Estado, disse: “não adianta criar CPI para fazer pirotecnia política, como está acontecendo em Brasília”.

*** – Então é preciso estudar se existiu alguma coisa e também tratar do assunto junto as Câmara Municipais, para que se tome alguma posição, sugeriu.

Luciano não veta

O presidente da Assembleia, Luciano Bispo (MDB), disse ontem, em live, que não veta ninguém do grupo para candidato a governador em 2022.

*** Discorda do deputado Laércio Oliveira (PP) que já avisou que não apoiaria uma candidatura do petista Rogério Carvalho dentro do grupo.

– Eu não veto o nome de Rogério Carvalho porque ele está no direito de também ser candidato. Faz parte do nosso grupo, disse.

Clima de oposição

Sobre a possibilidade de ocorrer reação dentro do grupo que crie um clima de oposição Luciano Bispo deixou claro que “se isso ocorrer vamos ter que enfrentar”.

*** Luciano é nome cotado para ser candidato a vice-governador na chapa majoritária do grupo do Governo.

Sobre politização

Perguntado até onde vai a politização de um processo tão importante quanto a CPI da Pandemia, o senador Alessandro Vieira (Cidadania), respondeu: “Toda CPI tem risco de virar um mero palanque político, mas acredito que a gravidade dos fatos vai evitar isso”.

*** – Mas, da minha parte, sigo garantindo o máximo de eficiência e equilíbrio, disse.

Clóvis no Avante

O presidente do Avante em Sergipe, Clóvis Silveira, disse ontem que vem fortalecendo o partido e será candidato a deputado federal nas próximas eleições.

*** Segundo Clóvis, hoje o Avante elegeria dois estaduais e está fechando a chapa para deputado federal, da qual ele fará parte.

Vinícius e Roma

O vereador Vinícius Porto teve uma conversa longa, por telefone, com o ministro da Cidadania, João Roma, sobre a prioridade que ele poderia dar a Aracaju nos projetos do seu Ministério.

*** Roma e Vinícius consolidaram a amizade desde quando o ministro foi presidente da Juventude do DEM, e Vinícius o seu vice.

Um bom bate papo

Delfim Neto – O ex-ministro da Fazenda afirmou que “a sociedade já esqueceu o Bolsonaro, um governo morto na ideia”.

Revista Fórum – Flávio Bolsonaro sai do Republicanos e agora, assim como o pai, está sem partido.

Fórum – Senador Marcos Rogério classifica como “piada” convocação do presidente Jair Bolsonaro à CPI da Covid. Seria uma “violação gravíssima à separação de Poderes”.

Fórum – CPI do Genocídio aprova nova convocação de Pazuello e Queiroga; Randolfe pede convocação de Bolsonaro.

Orlando Calheiros – A base governista fez a doideira de convocar para a CPI da Covid o Witzel, nesse momento, morto politicamente e totalmente trabalhado na força do ódio.

O Antagonista – Líderes de oposição no Congresso protocolaram duas representações no Exército contra o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

Luciano Huck – Indignado de ver gente saudável com falsos atestados de comorbidades para furar fila de vacinação.

Diogo Amorim – Ou largamos a garrafa e decidimos juntar as mãos em oração (ainda é tempo) ou a ressaca continuará nos impedindo de viver plenamente.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Vitória das Mulheres! Linda Brasil aprova seu primeiro PL e machismo será discutido nas escolas
CONIVALES celebra quatro anos de fundação levando serviços de saúde a 43 municípios sergipanos
Adepol emite nota após tentativa de homicídio contra delegado
Polícia Civil divulga imagens de suspeito de feminicídio em Maruim