31/05/21 - 14:01:10

Deputado Luciano Bispo recebe conselheiro Carlos Alberto Sobral

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, deputado Luciano Bispo (MDB), o diretor-geral da Alese, Roberto Bispo, o secretário-geral da Mesa Diretora, Deoclécio Vieira da Silva e o subsecretário da Mesa Diretora, Igor Albuquerque receberam na manhã desta segunda-feira, 31, o corregedor-geral do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), conselheiro Carlos Alberto Sobral de Souza.

Na oportunidade, o conselheiro informou que estará se aposentando em julho de 2021, após ter iniciado suas atividades no TCE/SE, em 24 de julho de 1986.

“Essa não é apenas uma visita de cortesia, mas uma obrigação de me despedir daqueles que contribuíram para a minha trajetória político-administrativa e um deles é Luciano Bispo. Desde o tempo em que ele foi prefeito, que nós mantemos um relacionamento muito bom; sempre foi muito atencioso e eu continuo considerando Luciano Bispo um dos maiores políticos de Sergipe, que merece todo o respeito. Um exemplo é a forma como ele administra o Poder Legislativo. Isso é importante e eu vim me despedir dele e dos servidores da Casa, representados por Roberto Bispo, Deoclécio e Igor”, observa.

O presidente da Alese lembrou que mantém uma amizade de longos anos com o conselheiro Carlos Alberto Sobral.

“Uma amizade com carinho e respeito. Betão, como eu o chamo é casado com uma itabaianense (Patrícia) e no decorrer da minha vida como prefeito, tivemos um bom relacionamento de muita lealdade. Sou muito grato a ele e lamento por estar se aposentando (porque assim a lei diz) e quero parabeniza-lo por tudo que fez por Sergipe e pelos prefeitos. Primeiro ele chamava os prefeitos para orientar, punindo aqueles que não queriam agir diante da lei”, ressalta.

Luciano Bispo acrescentou que Carlos Alberto Sobral de Souza fez muitas amizades enquanto conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe. “Betão só fez o bem e nós que fazemos a Assembleia Legislativa e vários prefeitos e ex-prefeitos de Sergipe somos gratos ao homem e ao conselheiro. A nossa amizade, carinho e respeito continuam”, enfatiza.

Homem público

De acordo com o diretor-geral da Assembleia Legislativa, Roberto Bispo, ao se aposentar, o conselheiro deixa o legado de homem público dedicado e sério. “Ele sempre seguiu de exemplo trabalhando no Tribunal de Contas com transparência e seriedade. É muito importante se espelhar em Carlos Alberto, que sempre esteve com seu gabinete aberto para receber as pessoas que assim desejarem orientação. Eu particularmente várias vezes o procurei para tirar dúvidas e toda a orientação dada por ele, eu segui e me dei bem. O conselheiro Carlos Alberto pensa de acordo com a lei, com transparência e honestidade”, destaca Roberto Bispo.

“Conheço Carlos Alberto Sobral desde quando comecei no serviço público federal e estadual em 1976 e de lá pra cá ele tem desenvolvido um trabalho com muita transparência e lealdade”, complementa o secretário-geral da Mesa Diretora, Deoclécio Vieira.

Inspiração

O subsecretário da Mesa Diretora da Alese, Igor Albuquerque afirmou que o conselheiro Carlos Alberto é uma inspiração para todos que se dedicam ao serviço público.

“Eu tive a oportunidade para que ele participasse da minha vida pública; uma pessoa que eu sempre recorria nos momentos de maiores dúvidas e maiores questionamentos e sempre encontramos um amigo e uma porta sempre aberta, de modo que as suas orientações serviram para que os locais por onde passei, pudesse desenvolver um serviço cada vez melhor e em prol da sociedade. É uma pena que a legislação estabeleça que um homem da maturidade administrativa e funcional, esteja na iminência do encerramento da sua vida pública no Tribunal de Contas por conta desse imterativo constitucional e legal”, destaca.

Na oportunidade, o subtenente Antenógenes Dias Ramos, que trabalha no gabinete de segurança institucional da Alese, entregou uma placa ao conselheiro Carlos Alberto. “Eu sou da turma 2001/2002 e o conselheiro sempre ajudou à Polícia Militar e de forma especial à minha turma e por isso viemos prestar essa homenagem por todo o serviço prestado à sociedade sergipana”, diz Antenógenes.

Foto: Joel Luiz

Por Aldaci de Souza