Aracaju, 22 de setembro de 2021

Montagem de chapas em andamento

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

A base aliada ao Governo vai realmente escolher o candidato o sucessor de Belivaldo Chagas entre setembro e outubro. Há quem diga que pode acontecer até na última semana de agosto, embora seja apenas especulação rasa e sem sentido. Teoricamente tem cinco candidatos, mas apenas um não esconde essa condição. O petista Rogério Carvalho (PT) não nega esse seu desejo e trabalha muito nos bastidores para fixar o seu nome, assim como o fez para o Senado Federal. Não abre mão da disputa nem que o ex-presidente Lula peça.

Mantém-se no bloco governista, mesmo sabendo que tem o voto apenas do seu partido. Mas está lá desde 2010 e atua dentro do projeto político orientado por Marcelo Déda, mesmo que o PT tenha se tornado “a mosca que caiu dentro da sopa” e todos ficam receosos de tirá-la. Desde 2020 que o clima esfriou com o petismo, em razão da candidatura solo de Márcio Macedo à Prefeitura de Aracaju, para enfrentar a reeleição de Edvaldo Nogueira (PDT), sugerida e apoiada por todos os demais partidos que integram ainda hoje a base.

Passada a eleição, houve a derrota do candidato petista, mas o partido permaneceu na aliança sem ter mais o afeto sincero dos companheiros que estiveram juntos desde as eleições de 2010 e 2018, até mesmo de alguns petistas. Numa avaliação despretensiosa, mas verdadeira, a presença de membros do PT incomoda o grupo. Mesmo assim, Rogério será o candidato junto à base e, caso não seja o escolhido, manterá a candidatura, deixará o grupo e pensa em expor o discurso de que saiu porque não o quiseram candidato.

Na realidade, a escolha será feita através de conversas com todos os candidatos anunciados, em seguida com as lideranças partidárias, quando se dará a escolha do nome do bloco à sucessão, claro com aprovação do governador Belivaldo Chagas. Em seguida será anunciado o resultado com o nome do escolhido. Quem sair é porque não aceitou a escolha e foi, legitimamente, encaminhar seu nome aos eleitores, em composição com partidos de oposição e trabalhar para ser o eleito e administrar Sergipe, talvez dentro do mesmo projeto político que integrou durante alguns anos.

O senador Rogério Carvalho é o candidato do PT independente de indicação e já está trabalhando para formação de uma composição com partidos de todos os lados, sem definir bandeiras e ideologias. Atua muito junto a personalidades políticas que jamais imaginou aliado, exceto a bolsonaristas declarados que não chegarão próximo a ele. Domingo passado, por exemplo, ele tomou café da manhã com dois presidentes de partidos, que jamais imaginou ter como aliado, em razão de sua eterna posição de oposição. A conversa foi tão boa – e próspera – que esse café pode virar almoço e logo mais adiante se transformar em jantar, com as bênçãos do casamento perpetuado. Com um detalhe: o nome do vice com certeza vai surpreender, caso a pessoa convidada aceite e atue com profundidade.

Teria sido um recado

O governador Belivaldo Chagas (PSD) ao concluir o discurso de inauguração da primeira parte de expansão da orla, na Aruanda, declarou:

*** – Sou assim, quem quiser me acompanhar tem que ser com lealdade e estar junto, disse.

*** A frase ‘viralizou’, entre políticos que estavam na área, sobre a fala. Todos concordaram que foi endereçada ao senador Rogério Carvalho (PT), que quer ser candidato a governador pela base aliada.

Estaria irritado

Durante a inauguração alguns pré-candidatos estavam presentes – inclusive o senador – e os comentários se espalharam com rapidez em um restaurante onde quatro aliados deles foram jantar.

*** À mesa um deputado estadual ligado ao governador disse que Belivaldo está muito irritado com setores da cúpula petista, que emitiram nota envolvendo o Governo em um cumprimento de ação judicial.

Chapa montada?

Ainda no mesmo jantar o comentário que também circulou foi de que o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) tem apoio da maioria para ser o candidato da base aliada ao Governo do Estado.

*** Teria Luciano Bispo (MDB) como vice e André Moura ao Senado. Mas a decisão será mesmo do bloco e pode haver mudança.

Conversas avançam

O ex-deputado André Moura também tem o nome forte para ser candidato ao Senado junto a integrantes do bloco do Governo.

*** André Moura tem mantido encontros com lideranças do grupo e com o próprio Fábio Mitidieri.

Base do Governo

Em entrevista a emissoras de rádios, ao lado de vereadores, no sertão, a deputada Janier Mota (PL) insistiu em sinalizar de que o seu nome está à disposição para integrar uma chapa majoritárias como vice.

*** Janier não trata sobre bloco político, mas deixa bem claro que prefere disputar pela base do Governo.

Valdevan e SDD

O deputado federal Valdevan Noventa (PL), que põe seu nome para disputar o Senado, sinaliza que pode trocar de partido: está conversando com Paulinho da Força para filiar-se ao Solidariedade.

*** Valdevan conhece Paulinho, sabe da proximidade dele com o ex-presidente Lula e a vontade de Valdevan é disputar o Senado com o apoio do ex-presidente.

Copa América

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) disse que já tivemos presidentes conhecidos por “atravessar a rua para pisar na casca de banana do outro lado”. Bolsonaro segue a mesma linha.

*** – Não existe nenhuma lógica em aceitar a realização da Copa América em plena pandemia, com risco de terceira onda. A estupidez realmente não tem ideologia

João está bem

O presidente regional do PT em Sergipe, deputado federal João Daniel está com Covid. Foi leve e ele ficou em casa cumprindo a quarentena que terminou ontem.

*** João Daniel disse que “seguiu protocolos” e acrescentou que está bem.

Valadares e Suplicy

O ex-senador Valadares (PSB) fez uma entrevista, domingo, com o também ex-senador Eduardo Suplicy (PT-SP) e falou sobre o momento em que passa o Pais, sem esquecer a política.

*** Um ouvinte ligou para levantar a lebre: “será que Valadares não prepara terreno para voltar a disputar o Senado”?

Absurdo da copa

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) diz que lhe parece “um absurdo, nesse o momento, o Brasil querer realizar a Copa América”..

*** – Nenhum outro país quis sediar justamente pelo alto risco de contaminação, de novas cepas, disse e concluiu: “O Brasil brinca com coisa séria”.

Os novos desafios

Sobre Sergipe, Mitidieri disse que “temos um governo que vem colocando a casa em ordem, mesmo convivendo com a pandemia”.

*** – Mas é claro que sempre existirão novos desafios e nesse momento temos três pontos importantíssimos: saúde, emprego e social.

*** Acha que “precisamos vacinar nosso povo, gerar emprego e renda e combatermos a fome que voltou a ser uma realidade no nosso País”.

*** E conclui: “Sergipe tem potencial em diversas áreas como o turismo, a agricultura, o gás… Em parceria com a iniciativa privada, é possível ampliarmos as ações do governo estadual”.

Cidadania e contatos

O Cidadania está se reunindo e vai partir para contatos com outros partidos já pensando nas eleições e 2022. Semana passado houve um encontro da cúpula da sigla e o assunto foi uma composição com Emília Corrêa, do Patriota.

*** Para uma disputa majoritária, Patriota e Cidadania podem formar uma aliança, mas para fortalecer uma chapa parlamentar terá que ser escolhido um para acomodar os pré-candidatos.

Novos diálogos

O Cidadania quer conversar com outros partidos e talvez haja um diálogo com o PTB, através do deputado Rodrigo Valadares. Ainda não aconteceu o encontro.

*** Outros partidos estão na mira, inclusive o PP de Laércio Oliveira, que está na base aliada.

*** Quanto a Alessandro Vieira, ele está focado na CPI da Covid e em relação ao pleito de 2022, ele pensa em disputar o Governo.

*** Atenção: Essas informações foram passadas ante do presidente Bolsonaro oficializar sua filiação ao Patriota, o que ocorreu ontem à noite.

Filia-se ao PP

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) está circulando, conversando e até filiado. Ontem a vice-prefeita de Pedrinha, Eliane Vip, se filiou ao seu partido.

*** Laércio mantém o seu discurso de que é candidato ao Governo do Estado em 2022.

Valadares e Copa

O ex-deputado Valadares Filho (PSB) diz que Copa América no Brasil nesse momento não é prudente. Esperemos mais responsabilidade da CBF, COMENBOL e do governo brasileiro.

*** – A pandemia no país ainda está sem o controle necessário para fazer do evento algo seguro. Esperamos um feito a ordem das instituições sobre o assunto, disse.

Um  bom bate papo

Reinaldo Azevedo – Bolsonaro associa quem protesta contra seu governo a consumidores de maconha. Fosse verdade, seria o caso de constatar q a erva torna as pessoas prudentes.

Jeff Nascimento – O país que demorou nove meses para responder a carta da Pfizer levou dez minutos para responder ‘vamos fazer a Copa América’.

Revista Planeta – Até 2025 a temperatura global tem 40% de chance (e crescendo) de ultrapassar o limite de 1,5°C de aquecimento.

Guilherme Boulos – A Argentina, com 77 mil mortos, se negou a sediar a Copa América. O Brasil, com 462 mil mortos, aceitou. É um deboche com o nosso povo.

Jailton Santana – Veículo pega fogo em frente a Fábrica Coconutre na cidade de Aquidabã. O carro era utilizado como táxi, segundo informações não teve feridos.

Não descarta – O governador da Bahia, João Costa, não descarta a Copa América na Bahia: ‘dependerá das condições’.

Revista Fórum – Randolfe quer presidente da CBF na CPI para falar sobre Copa América no Brasil: “Não temos a menor condição de sediar.”

Filiação ao Patriota – Flávio Bolsonaro anunciou sua filiação ao Patriota e sinalizou que muitos parlamentares do grupo político do presidente poderiam também migrar para a legenda.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

22 de setembro é o Dia Estadual de Prevenção ao Uso de Drogas
PC divulga identificação do autor dos disparos contra delegado Marcelo Hercos
EdTechs, o presente da educação, escreve Joaldo Diniz
Mimi do Acordeon e Douglas Gavião no primeiro Forró no Parque