01/06/21 - 09:56:22

Vereador diz que prefeitura comprou máscara com preço até seis vezes acima da média

Uma longa e minuciosa investigação apontou que a Prefeitura de São Cristóvão adquiriu materiais de combate à covid-19 com preço até seis vezes maior que a média de mercado durante à pandemia. As compras ocorreram em maio de 2020 e representam um prejuízo de R$ 76.910 mil aos cofres públicos do município. Toda investigação foi feita pelo vereador Neto Batalha (PP).

De acordo com o parlamentar, o processo investigatório começou após o indeferimento de dois requerimentos apresentados na Câmara de Vereadores de São Cristóvão, os quais buscavam informações sobre os valores repassados pelo Governo Federal. “O legislativo não aprovou e então decidi usar outros meios legais para investigar o dinheiro gasto pela prefeitura para enfrentamento da covid-19”, revela.

Neto Batalha informa que nos últimos dois meses passou a apurar dados publicados no Portal da Transparência do município. De logo, causou estranheza o preço pago por máscaras e aventais. “Fiquei surpreso com os valores e realizei pesquisas de mercado comparando o preço destes produtos adquiridos no mesmo período por outras prefeituras em Sergipe. No fim da apuração, o resultado revelou o que eu já desconfiava: São Cristóvão desperdiçou dinheiro público”, denuncia o vereador.

Aventais

Segundo o portal da Transparência, a Prefeitura de São Cristóvão comprou 5.000 mil aventais ao preço de R$ 18,00 cada unidade, totalizando  R$ 90.000,00. “Acho que a gestão municipal não teve o mínimo de paciência para pesquisar, pois eu encontrei aventais custando três vezes abaixo do valor que foi pago, ou seja, ao invés de R$ 90 mil poderia ser gasto R$ 27.500,00, um absurdo”, relata.

Máscaras

Indignado, o vereador continua: foram compradas 300 máscaras ao preço de R$ 32,00 cada unidade, totalizando R$ 9.600,00. Segundo Neto Batalha, o mesmo produto foi encontrado ao preço de R$ 5,30, ou seja, gastaram seis vezes a mais, o que representa uma tremenda falta de zelo com o dinheiro público”, disse revoltado.

TCU, PF e CMSC

O parlamentar informou que apresentou a denúncia com diversos documentos comprobatórios no Tribunal de Contas da União e ainda hoje vai à sede da Polícia Federal para que haja a devida investigação. “A noite também vou expor com detalhes os dados, a pesquisa e todas as informações coletadas na Câmara de Vereadores de São Cristóvão. Vamos ver o que colegas acham”, declarou.

Foto assessoria

Por Guilherme Fraga