02/06/21 - 09:53:39

Incêndio no Nestor Piva: Engenheiro e técnico em edificações dizem que estava “totalmente fora das exigências” 

O empresário e marqueteiro Lúcio Flávio Rocha, solicitou uma análise técnica feita por um engenheiro elétrico, sobre o incêndio ocorrido no último dia 28 nas dependências do hospital Nestor Piva em Aracaju, e o que foi divulgado aponta que o “problema  foi gestão”. Além disso o engenheiro diz que  e o material da parede onde estava o ar-condicionado/refrigerador de ar, é de plástico, com alto índice de propagação de chamas, além de ser extremamente tóxico, o que contribuiu para a propagação do fogo. “Gestão pública é coisa séria, não dá para errar ou brincar”, disse o engenheiro.

Segundo ele, houve falta de manutenção ou subdimensionamento da rede, em ambiente errado e as placas nunca poderiam ser usadas em ambientes de internamento, sem as devidas saídas de emergência e sistemas de incêndio em pleno funcionamento e brigadistas. “Sou engenheiro elétrico e minha equipe faz projetos e execução nesta área há mais de 10 anos.  Nunca poderiam ser usadas em ambientes de internamento, sem as devidas saídas de emergência e sistemas de incêndio em pleno funcionamento e brigadistas. Parece que não tinha, nem uma coisa, e nem outra”, explicou.

Um outro profissional de edificações também critica o material usado e diz que  era “totalmente fora das exigências. Estruturas compostas por madeira, piso emborrachado ou acarpetado, que dificulta a limpeza e ainda acumula poeira”.

Veja o que diz essa profissional. “Trabalhei mais de 10 anos na construção civil. E para se construir hospital e clinica tem-se inumeras exigências ,principalmente com materiais especificos para não acumulo de bacteriais como pisos específicos,  rejunte, forros,…) sempre questionei  quanto a montagem dessas estruturas de hospital de campanha ou aplicação  em unidades para atendimento. Sabe-se que o hospital de campanha  e as apliações nas unidades de saúde  foram feitas com materiais utilizados para eventos. Material totalmente fora das exigências. Estruturas compostas por madeira, piso emborrachado ou acarpetado, que dificulta a limpeza e ainda acumula poeira.  Tablado de madeira e acabamentos feitos em alumínio com estruturas de perfil enrrugado ou frisados. Coberturas feitas em lona ou forro acartonado, acabamentos  em Espuma pack. Materiais altamente combustíveis. Fora que a parte elétrica é feita através  de fio e estruturas  inadequadas, além  de um planejamento inadequado de rota de fuga”.