04/06/21 - 09:14:16

Campanha Solidarize-SE entrega mais de 1.000 cestas básicas em nova rodada de doações

Realizada pelo Governo de Sergipe desde 2020, a campanha Solidarize-SE é articulada pela Vice-Governadoria do Estado (VGE) e executada pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS), Instituto Banese e parceiros.

O mês de junho começou com muita solidariedade. As entregas da Campanha Solidarize-SE não param e, nesta terça e quarta-feira (1 e 2 de junho), mais 1.015 cestas básicas foram doadas para diversas entidades socioassistenciais e grupos representantes de profissionais autônomos. Em sua terceira etapa, a campanha conta com a solidariedade da população e do empresariado sergipano, que tem doado alimentos e itens de proteção e higiene. Realizada pelo Governo de Sergipe desde 2020, a campanha Solidarize-SE é articulada pela Vice-Governadoria do Estado (VGE) e executada pela Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social (SEIAS), Instituto Banese e parceiros.

Com a entrega das 1.015 cestas desta terça e quarta-feira, foram beneficiados o Lar de Idosos Nossa Senhora da Conceição (SAME) – 10 cestas; Punho de Ouro – 20 cestas; Conselho Estadual das Pessoas com Deficiência – 50 cestas; Associação de Fornecedores de Eventos Sociais de Sergipe (AFESSE) – 50 cestas; Sindicato dos Cabeleireiros e Similares Autônomos (Sindicab) – 100 cestas; Arquidiocese de Aracaju – 200 cestas; Movimento de Mulheres Trabalhadoras Rurais (MMTR) – 50 cestas; Santa Rosa de Lima – 150 cestas; Artesãos de Santana do São Francisco – 150 cestas; Associação Sergipana de Músicos (ASM) – 100 cestas; Associação dos Forrozeiros Sergipanos (Asforse) – 35 cestas; Grupo dos Artistas Independentes de Sergipe – 100 cestas.

A vice-governadora Eliane Aquino destacou que a Solidarize-SE é uma campanha dos sergipanos para os próprios sergipanos, agradece pelas doações e convoca a sociedade a se unir à rede. “A solidariedade do povo sergipano tem aquecido nossos corações. Agradeço muito a cada um dos parceiros, por cada doação que temos recebido. Temos atendido a uma série de entidades, mas sabemos que, infelizmente, ainda há muitas famílias precisando de apoio. Por isso, reforço meu pedido: se você possui condições, seja solidário! Qualquer valor doado, alimentos ou material de higiene pessoal e limpeza serão muito bem-vindos!”, convida Eliane.

Para onde vão as cestas

Segundo o presidente do Conselho Estadual das Pessoas com Deficiência e Altas Habilidades em Sergipe (Conser), Antônio Luiz dos Santos, as cestas recebidas serão destinadas às Pessoas com Deficiência (PCDs) em situação de insegurança alimentar. “Em Sergipe, há 500 mil pessoas com deficiência registradas, segundo o último Censo (IBGE 2010), sendo que 20% está abaixo da linha da pobreza. São essas pessoas que mais precisam dessas doações e de auxílio. Existe um contingente de pessoas com deficiência que não está vinculada a entidades ou associações e se encontram em situação de insegurança alimentar. Essa doação atenderá a esta comunidade e vai mitigar a fome de muita gente que não pode sair de casa, seja pela deficiência ou pela pandemia”, afirmou.

Representando o Grupo dos Artistas Independentes de Sergipe, a cantora sergipana Antônia Amorosa ressaltou a importância do auxílio para os profissionais da Cultura. “Neste momento de pandemia, trabalhadores da cadeia produtiva da música foram atingidos na sua sobrevivência. O Grupo dos Artistas Independentes de Sergipe tem feito um trabalho onde já alcançamos mais de 200 trabalhadores com a ajuda de amigos. Agora, com a chegada de mais um reforço de 100 cestas doadas pela Campanha Solidarize-se, atingimos mais uma meta. Juntos, podemos muito. Agradecemos a todas as mãos que somaram a este gesto de amor e empatia”, disse Amorosa.

Parceiros da Solidarize-SE, o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Estado de Sergipe (Sincadise) e as empresas Megga Atacadista e Fasouto fizeram uma importante doação à Campanha nesta semana, da qual 100 cestas foram revertidas para o Sindicato dos Cabeleireiros e Similares Autônomos de Sergipe (Sindicab), que reúne cerca de 25 mil pessoas em Sergipe, como conta a presidente Rousy Leite. “Temos profissionais da Beleza que estão sem trabalhar e, com salões fechados aos fins de semana, a demanda e a renda caíram muito. Muitos realmente estão passando necessidade por conta da pandemia. A campanha Solidarize-SE é maravilhosa, mostra que ainda existem pessoas dispostas a ajudar ao próximo. Essa doação chegou em boa hora”, afirmou a presidente Sindicab.

Rede de Solidariedade

A Campanha Solidarize-SE existe há cerca de um ano, com o propósito de arrecadar alimentos, material de higiene e limpeza, e itens de proteção contra a Covid-19. Toda a população pode contribuir, seja por meio de transferência bancária para a Conta Corrente Banese (Agência: 043, Conta corrente: 03/103.957-3) ou através da Chave Pix: 10.645.538/0001-07 (CNPJ do Instituto Banese). É possível, ainda, conferir todos os pontos de arrecadação em www.inclusao.se.gov.br/solidarize-se.

Em sua terceira etapa, a campanha já conta com o engajamento coletivo do Fórum Empresarial de Sergipe, Associação Sergipana de Supermercados (Ases), Sindicato Atacadista e Distribuidor de Sergipe (Sincadise), Sindicato do Comércio Varejista (Sincovese), Grupo Maratá, Grupo FaSouto, Central Única das Favelas (Cufa Sergipe), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Ministério Público Estadual (MP/SE), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) de Sergipe, Serviço Social do Comércio (SESC), TV Atalaia e TV Sergipe.

As entregas de alimentos realizadas até o momento foram possíveis graças à grande rede de solidariedade que se formou. Além dos parceiros, a Solidarize-SE contou com doações da Usina Pinheiro, do Megga Atacadista, do empresário Milton Andrade, do Sergipetec, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), por meio da empresa Niltek; e de servidores da Superintendência Especial de Comunicação (Supec), da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Seias) e da Secretaria de Estado da Saúde (SES).