04/06/21 - 05:57:15

Plantão no feriado garantiu imunização de mais de 3.500 aracajuanos contra covid

A Prefeitura de Aracaju reforçou mais uma vez o compromisso com a celeridade na vacinação, organizando um plantão durante o feriado de Corpus Christi, nesta quinta-feira, 3. Com vacinação em 18 pontos fixos e no drive-trhu na Sementeira, foi possível imunizar mais 3.503 aracajuanos, sendo que 1.939 receberam a primeira dose e 1.564 a segunda dose das vacinas contra covid-19.

Nesta etapa do Plano Municipal de Imunização, estão sendo vacinadas pessoas acima de 58 anos, profissionais da Educação e do Transporte Público. Tem continuidade, também, a aplicação das vacinas em agentes das forças de segurança e salvamento, trabalhadores da saúde, idosos acima de 60 anos, pessoas com comorbidades acima de 18 anos e deficientes permanentes acima de 57 anos.

Louise de Oliveira, profissional de saúde, aproveitou o feriado para se vacinar. Ela considera que a vacina é uma conquista muito grande. “A pandemia tem sido um momento muito desafiador, principalmente para quem está na ativa, próximo dos pacientes com covid. Agora eu estou gestante, então o medo e a incerteza ficam ainda mais fortes. Assim que surgiu a possibilidade de me vacinar, conversei com o meu médico e vimos que o mais seguro era a vacinação”, destaca.

A professora Ana Luísa Ribeiro também foi uma das vacinadas durante o plantão no feriado. “Este momento foi muito aguardado. Eu só espero que todos tenham acesso à vacina o mais rápido possível. Minha alegria maior é saber que estando vacinada, vou conseguir imunizar meu filho através da amamentação, o que é muito importante neste momento tão difícil para o país”, considera.

Para Adriana do Santos, que trabalha na educação infantil, a vacina tem um significado muito importante, pois em fevereiro ela contraiu covid, ficando em estado grave. “Quase fui intubada, então ser vacinada é um momento de muita felicidade. Esse vírus já levou a vida de muita gente, a vacina é a saída para essa situação. Viva o SUS e a ciência”, declara.

José Carlos de Oliveira, que se vacinou devido a comorbidade, conta que é uma grande alegria saber que chegou a hora de receber a primeira dose. “A vacina representa uma expectativa de melhoras, não só para mim, mas para todo o país”, afirma José. Ele reforça a importância de usar máscara e manter os cuidados para evitar o contágio. “Em casa cumprimos todos os cuidados e ninguém contraiu a covid”, relata.

Avanço no cronograma

Nesta sexta-feira, 4, serão vacinados os trabalhadores da educação de 30 a 34 anos, nascidos de julho a dezembro, deficientes permanentes graves acima de 57 anos e pessoas dos demais públicos-alvo já vacinados que ainda não receberam a primeira dose. Estarão sendo aplicadas, ainda, as vacinas de segunda dose.

Foto André Moreira