05/06/21 - 07:21:58

Presidente da Acese participará de reunião com presidente Bolsonaro em Brasília

Marco Pinheiro, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) e da Federação das Associações Comerciais e Federação das Associações Comerciais, Industriais e Agropastoris do Estado de Sergipe (Faciase), participará do Encontro de Trabalho do Sistema CACB com o presidente da República Jair Bolsonaro. O encontro acontecerá na tarde da próxima segunda-feira, dia 7, no Palácio do Planalto, e também terá a presença do ministro Paulo Guedes.

O convite foi feito pelo presidente George Pinheiro, da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). O evento irá tratar de pautas do interesse do setor produtivo e da sociedade como um todo. Entre os temas abordados, estão as reformas administrativa e trabalhista, ampliação do Pronampe, do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, além do auxílio emergencial.

Também serão discutidos a renegociação de débitos tributários, redução do Custo Brasil, Lei do Contribuinte Legal, MP do Meio Ambiente e Negócios, programa de recuperação de empresas dos setores do turismo e entretenimento, além da vacinação em massa. Para Marco Pinheiro, debater esses assuntos com o presidente será uma grande oportunidade de levar as demandas do setor produtivo.

“Desde o início da pandemia que defendemos a vida, mas também a manutenção dos empregos e das empresas. As entidades estão lutando para isso, porém, ainda há muito o que se fazer. Certamente que o presidente Jair Bolsonaro irá nos ouvir e buscará caminhos que ajudem a todos. Essa união é importante para que a gente reestruture a nossa economia no pós-pandemia”, afirmou Pinheiro.

O presidente da Acese e da Faciase destaca que a pauta inclui temas de interesse da sociedade como um todo, a exemplo da vacinação em massa. “Sabemos que a vacina é importante para vencermos essa doença. A luta é difícil e essa é uma arma imprescindível. Sabemos do tamanho da batalha que todos têm enfrentado e vamos nos colocar à disposição com sugestões de forma a ajudar o presidente Bolsonaro”, finaliza Marco Pinheiro.

Por Daniel Almeida Soares