Aracaju, 27 de julho de 2021

JUIZ DA 1ª VARA IMPEDE INSTALAÇÃO DE POLO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

No bojo das Ações Civis Públicas nºs 0800930-63.2013.4.05.8500 e 0801527-95.2014.4.05.8500, de autoria da Associação de Moradores de Tabocas (Amota), a juíza titular da 1ª Vara Federal de Sergipe, Telma Maria Santos Machado, decidiu impedir a instalação de polo de gerenciamento de resíduos pela empresa Torre Empreendimentos Rural e Construção Ltda., no Km 87 da BR 101, em Nossa Senhora do Socorro.

Em sua decisão, a magistrada reconheceu que a proximidade do empreendimento da Floresta Nacional do Ibura, habitat natural de urubus cabeça-preta, e sua localização dentro da Área de Segurança Aeroportuária (ASA) do Aeroporto Santa Maria e do Aeroclube de Sergipe representam um real risco à segurança aérea, que deve ser evitado.

Outrossim, foi considerado que as características ambientais da área, em especial a presença de aquífero explorado pela Companhia de Saneamento de Sergipe para o fornecimento de água potável, não suportaria a instalação de um aterro sanitário. Ademais, a presença do Povoado Tabocas a menos de 500 metros do empreendimento também impede o licenciamento do referido empreendimento naquela área.

Além de impedir o licenciamento do empreendimento naquela localidade, o Juízo da 1ª Vara Federal de Sergipe ainda condenou a empresa Torre à recuperação da área degradada e ao pagamento de danos morais coletivos.

Por Najara Lima

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Futura acomodação
Hospital Primavera comemora 1.500 altas de pacientes com Covid-19
Safadão é detonado ao defender pastor André Vitor: “Ridículo”
“Nosso grupo concordou que o melhor caminho era o PSB”, afirma Dr. Emerson Ferreira