10/06/21 - 08:51:03

Vacina contra influenza é importante para prevenir a gripe e descartar suspeita de covid

Desde o dia 19 de abril, a Prefeitura de Aracaju executa a campanha de vacinação contra a influenza. Nesta sexta-feira, dia 11, a ação, coordenada pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), chega à terceira fase, com um novo grupo contemplado.

Em meio à pandemia da coronavírus, a imunização contra a gripe se tornou ainda mais importante, já que não ter sintomas de síndrome gripal é menos um fator a gerar suspeita de covid-19.

A médica infectologista da SMS, Fabrízia Tavares, diz que esse período de vacinação é estratégico justamente para evitar o aumento do número de casos que possam se agravar.

“A gente sabe que todo ano temos vacinação contra a influenza em grupos prioritários e de risco para o agravamento, e o objetivo dessa vacinação é evitar os óbitos e os casos de síndromes respiratórias agudas graves pela influenza”, explica a especialista.

Segundo Fabrizía, a vacinação anual baixou significativamente o número de óbitos e de casos graves pela influenza, principalmente nos grupos de riscos, a exemplo de pacientes com pneumopatia, cardiopatas, idosos, gestantes, crianças pequenas, renais crônicos. “Então, em pacientes com risco de agravamento foi observada a redução significativa do número de casos. Esse período de vacinação é estratégico para evitar esses casos”, destaca.

Fabrízia é taxativa ao revelar que, se houver uma baixa cobertura vacinal da influenza neste momento estratégico, será observada, num futuro próximo, o aumento dos casos graves da doença.

Quem já tomou a vacina contra a influenza entende a necessidade de se manter imunizado e cumpre com o devido cuidado o calendário de vacinação, como Paulo Fontes, de 65 anos.

“A gente se sente mais seguro por estar vacinado. Já estou com certa idade e todo o cuidado é pouco, ainda mais que estamos passando por uma pandemia. Temos que ter atenção com a nossa saúde e também nos preocuparmos com os outros”, enfatiza Paulo.

Teodoro de Cavalcante Correia, de 66 anos, toma a vacina contra a influenza todos os anos. “Nunca mais tive gripe. Se não fosse essa vacina, muito mais gente estaria doente e, talvez, muitas pessoas teriam até morrido. Por isso, todo ano, quando inicia a campanha, fico atento para quando chegar a minha vez ser imunizado”, afirma.

Para Lucivânia Santos, de 66 anos, toda vacina é bem-vinda. “Vacina é de suma importância. O que for para nos livrar de todo tipo de doença é recebido de bom grado. Sabemos que a única forma de estarmos livre de muitas doenças é por meio da vacina, também por isso sou muito grata aos profissionais da saúde”, destaca.

Campanha

Promovida pelo Ministério da Saúde (MS) em todo o território nacional, e coordenada pela Secretaria Municipal da Saúde, em Aracaju, a primeira etapa da campanha, que teve início no mês passado, foi direcionada a grupos de gestantes, puérperas, crianças menores de seis anos e maiores de seis meses, povos indígenas e trabalhadores da área da saúde, os quais continuam sendo vacinados nas UBSs da capital, além dos grupos prioritários da segunda fase, a qual se encerra no dia 8 de junho.

Já a terceira etapa de vacinação, conforme cronograma do MS, começa nesta quarta-feira, dia 9, e segue até o próximo dia 9 de julho, contemplando pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, passageiros urbanos e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e de salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Foto: Marcelle Cristinne