Aracaju, 2 de agosto de 2021

Medidas adotadas pelo Governo do Estado beneficiam usuários do Gás Natural

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Sergas, Sedetec e Sefaz tem trabalhado em conjunto para atenuar os efeitos da crise junto aos usuários do insumo

As medidas de apoio aos consumidores de gás natural determinadas pelo Governo de Sergipe vem trazendo benefícios significativos em diversos setores, sobretudo no contexto de restrições acarretadas pela pandemia do novo coronavírus. Por meio da Sergas e das Secretarias de Estado da Fazenda (Sefaz) e do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec), o governo tem adotado, nos últimos anos, medidas de flexibilização no pagamento das faturas por parte dos usuários de todos os segmentos.

Exemplo disso está no pacote de ações apresentado em abril, onde o segmento comercial foi um dos contemplados, beneficiando mais de 270 estabelecimentos sergipanos. Somado a isso estão as possibilidades de parcelamento e adiamento, oferecidas pela Sergas, nos pagamentos com data estabelecida entre março e agosto de 2021. Neste caso, o parcelamento pode ser realizado em até seis meses, sem incidência de juros ou multa. Além disso, o pagamento da primeira parcela de cada fatura pode ser feito em até 30 dias após o vencimento original.

As medidas já estão gerando resultados positivos entre os estabelecimentos contemplados. O gerente de uma churrascaria da capital aracajuana, Rudinei Recktenwald, detalha o impacto das ações da Sergas no negócio que administra. “Nesse momento da pandemia, a gente poder postergar o pagamento e parcelar a fatura sem juros foi muito favorável para nós. Coisa de pai para filho, que não foi possível com fornecedores de gás de outras cidades”, explica. Utilizando o gás natural na empresa há quase 10 anos, o gerente considera a praticidade e a segurança como os principais aspectos positivos do insumo.

Rudinei também destaca a facilidade de acesso à Sergas pelo consumidor. “A gente tem um atendimento muito próximo, todas as solicitações são prontamente respondidas. Pelo fato de a Sergas ser uma empresa do tamanho que é, imaginamos que ia ser difícil esse relacionamento e, hoje, pelo contrário, a gente vê que está muito mais bem assessorado pela Sergas do que por empresas menores que nos prestam esse serviço”, salienta.

Incentivo

As medidas implementadas pelo Governo buscam, além de incentivar os setores produtivos, atenuar os efeitos do aumento no preço da molécula do gás informado pela Petrobras no mês de abril. Enquanto o percentual anunciado pela empresa foi de 38,83% de aumento na tarifa bruta, o repasse médio feito pela Sergas foi de 29,37%. No segmento comercial, o reajuste majorado foi de 22,37%.

De acordo com o diretor-presidente da Companhia, Valmor Barbosa, o empenho da instituição visa fortalecer os consumidores de gás natural em suas diversas modalidades e atividades. “Considerando a política de preços da Petrobras e os estudos elaborados pelo Governo do Estado em conjunto com a Sergas, trabalhamos uma relação de consumo com mais tranquilidade para os comércios, indústrias e população em geral. Esse mesmo propósito direcionou a apresentação do pacote de benefícios, visando tornar menos custosos os pagamentos para quem já vem sofrendo tanto os impactos da crise econômica imposta pela pandemia”, pontua.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Unigel inaugura oficialmente fábrica no município de Laranjeiras
Escolas entram em recesso e retornam dia 17  presencialmente
Mais de 360 usuários buscam atendimento no Huse final de semana
PSS: Secretaria de Estado da Saúde divulga resultado da prova prática do Samu