11/06/21 - 16:37:33

Rogério diz que crime de extermínio está sendo configurado, e Bolsonaro utiliza fé pública para levar à morte sem controle

Nesta sexta-feira (11), durante sessão da CPI da Pandemia, o senador Rogério Carvalho (PT-SE) reafirmou que Bolsonaro atuou de forma intencional e continuada para expandir a pandemia de Covid-19 no Brasil e previu que, em razão disso, o país deve enfrentar uma terceira onda da doença. “É insuportavelmente repugnante o que estamos vivendo neste país”, desabafou.

O senador sergipano explicitou que a única medida sanitária para o controle da doença adotada pelo governo Bolsonaro foi a indicação da cloroquina, um medicamento comprovadamente ineficaz contra o vírus. “Isso é de uma irresponsabilidade com a vida, com os brasileiros,  com as famílias, que precisa ter algum responsável”, destacou.

“E agora, com os dados do Pedro Hallal  de que 339 mil, ou seja, 2/3, poderiam ser de mortes evitadas, senhor relator, o crime de extermínio, ele está sendo configurado”, prosseguiu o senador, que também criticou a atuação e alguns depoente e senadores ligados ao governo que atuam para confundir a opinião pública.  “Eu fico triste quando alguns colegas que vêm aqui desinformar a população com pseudo estudos”, lamentou.

O senador Rogério usou o exemplo da decisão do Supremo Tribunal Federal, que reconheceu a competência concorrente entre união, estados e municípios na gestão da saúde, para explicitar a tática do governo de confundir a opinião pública. “Por exemplo, dizer que o STF atrapalhou. O STF foi o instrumento para que a gente tivesse algum grau de controle. Porque senão, não seriam 482.137 mortes notificadas, poderíamos já ter 600 mil mortes”, argumentou.

Para o senador, em razão de Bolsonaro boicotar as medidas de enfrentamento da Covid e atuar pela expansão da pandemia, as pessoas que estão fazendo alguma coisa estão enxugando gelo. “Que adianta mandar milhões, bilhões para manter hospitais abertos se eles vão ter que continuar abertos por mais tempo porque nós não temos vacina, porque não há medidas efetivas de controle do contágio, do contato e da infectação e dos doentes?”, questionou.

O senador petista também afirmou que o grande número de suscetíveis da população deve impulsionar a chegada de uma terceira onda da pandemia no país. “A base de contaminados está no país inteiro e não tem nada sendo feito para diminuir o contágio, uma campanha de vacinação que se arrasta, nós não temos nem 12% de imunizados”, explicitou.

Por fim, o senador Rogério acuso Bolsonaro de utilizar a fé pública para levar as pessoas a morte e atuar como maior elemento da disseminação do vírus no país. ““Não tem mais controle de nada (…) não fosse o Congresso Nacional, os governadores, o STF e a imprensa para resistir a uma política nefasta, macabra, criminosa de exposição de toda população e de estimulo ao contágio estaríamos hoje com mais de 2 milhões, 3 milhões, sei lá quantos milhões de mortos”,  disse.