Aracaju, 31 de julho de 2021

Aracaju vacina mais 3.947 pessoas e imunizados ressaltam importância da vacinação

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A campanha de vacinação contra a covid-19, em Aracaju, deu mais um passo para a ampliação do público-alvo, nesta sexta-feira, 11, quando teve início a imunização de pessoas acima de 48 anos.

Por intermédio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a Prefeitura deu seguimento à logística de escalonamento e, desta forma, foram vacinados, hoje, aracajuanos com 55 anos. No total, nesta sexta, foram vacinadas 3.947 pessoas, o que soma 182.404 aracajuanos vacinados contra covid-19, ou seja, 27,43% da população da capital sergipana.

A logística para a vacinação da primeira dose conta, além do drive-thru montado no Parque Augusto Franco (Sementeira), com o auditório da Escola Municipal Presidente Vargas, 17 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e outros seis pontos fixos espalhados em locais estratégicos da cidade.

Vacinada com a primeira dose, Marlúcia Pereira, de 57 anos, sabe que todos os cuidados ainda serão necessários. “Uso de máscara, distanciamento e higienização constante das mãos devem continuar até que a maior parte da população esteja vacinada. Ainda assim, me sinto mais tranquila por poder ser vacinada, já que é uma esperança a mais de segurança de que esse momento passe logo”, reforça.

Aproveitando o momento da vacinação, Gilvaldo Francisco Pereira, de 55 anos, aproveitou para dar um recado. “É muito importante que todos se conscientizem sobre a importância da vacinação, então, não deixe de se vacinar, inclusive com a segunda dose, indispensável para completar o ciclo de imunização. Já fui acometido por essa doença duas vezes e não estamos falando sobre uma brincadeira, é sobre vida”, alerta.

Pela comorbidade, Silvano César Vieira Rocha, de 51 anos, se disse orgulhoso por poder ser vacinado. “Só com a vacina sairemos desse momento difícil. Meu sentimento é que todos sejam vacinados. Que as pessoas parem de acreditar em falácias e acreditem na ciência, só assim poderemos acabar com essa doença e com tantas perdas”, destaca.

Com o sentimento de empatia, Maria Helena Mota Justino, de 55 anos, destaca que a vacina é uma forma de também pensar no outro. “É pensar em si, mas também se preocupar com a vida do próximo, portanto, as pessoas que já podem tomar a vacina precisam se conscientizar e se imunizar. Meu desejo é que todos se vacinem e possamos sair desse momento difícil”, acrescentou ao lamentar a perda de uma prima por covid-19.

Cronograma

Neste sábado, 12, será a vez dos cidadãos de 54 anos e, no domingo, 13, daqueles que têm 53 anos. Já na segunda-feira, 14, serão vacinadas as pessoas de 52 anos, na terça-feira, 15, as de 51 anos e na quarta-feira, 16, avançará para as de 50 anos.

Na quinta-feira, 17, serão vacinados os cidadãos de 49 anos e, por fim, na sexta-feira, dia 18, quem possui 48 anos. Todas as pessoas que fazem parte destas faixas etárias deverão apresentar documento de identificação com foto e comprovante de residência.

Fotos: Marcelle Cristinne

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa