Aracaju, 31 de julho de 2021

NEGOCIAÇÃO SOBRE O ACORDO COLETIVO TEM AVANÇO EM REUNIÃO COM A SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) juntamente com outros sindicatos e a Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizaram, nesta quarta-feira, 16, um ato público na frente da Secretaria de Estado da Saúde (SES) em prol da valorização dos servidores celetistas da Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) por parte da gestão. Na ocasião, conseguiram se reunir com a secretária da SES, Mércia Simone Feitosa, que se comprometeu que na próxima terça-feira, 22, entregará uma proposta efetiva de pagamento do tíquete-alimentação para as categorias.

A data acertada foi combinada justamente para cair no dia da quarta paralisação liderada pelo Sintasa, cujo ato público será na terça-feira, das 8h às 10h, também na frente da SES.

Ainda sobre a reunião, a secretária informou que a comissão da mesa de negociação será criada através de decreto estadual, que ela mesmo confeccionará. Em relação aos 40% de insalubridade, ficou acertado que os sindicatos enviarão uma proposta única, entre os departamentos jurídicos das entidades.

“Acreditamos que depois desta reunião conseguimos um avanço importante, mas temos consciência que isto não parará por aqui. A luta sindical continua. Por isso, convocamos todos os trabalhadores da FHS para comparecerem ao ato da próxima terça-feira”, afirma o presidente do Sintasa, Augusto Couto, que esteve presente ao lado dos diretores Adaílton dos Santos, Maria de Lourdes e Maria Edite, além do gerente Janderson Alves.

O líder sindical destaca que o ato desta quarta-feira faz parte da série de atividades que a diretoria do Sintasa vem realizando durante as 72 horas de paralisação, iniciadas na terça-feira, pelos trabalhadores da FHS, representados pelo Sintasa.

“A diretoria do Sintasa vem seguindo o que foi deliberado em assembleia com a categoria e nesta quinta-feira iremos fazer visitas em unidades de saúde para se aproximar ainda mais do trabalhador e fazer a convocação de todos para o ato de terça-feira”, ressaltou Augusto.

Entre as principais reivindicações, destacam-se o pagamento escalonado do tíquete-alimentação de R$ 600,00; revisão do Programa de Emprego e Remuneração (PER) e Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV), e implementação das 30 horas semanais.

Sindicatos unidos

Além do Sintasa, estiveram presentes representantes do Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Sergipe (Sindifarma), Sindicato de nutricionistas e técnicos em Nutrição e Dietética do Estado de Sergipe (Sindinutrise), Sindicato dos Psicólogos do estado de Sergipe (Sindpsi), Sindicato dos Assistentes Sociais de Sergipe (Sindasse) e o Sindicato dos Trabalhadores Fisioterapeutas de Aracaju-SE (Sintrafa).

Fonte e foto Sintasa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Belivaldo assina Ordem de Serviço da  etapa 2ª do Canal Remanso
Quinto dia de greve conta com caminhada e apitaço em Maruim
Belivaldo elogia trabalho de André e diz que Edvaldo foi feliz na parceria 
Motoristas de carro fumacê são capacitados pela Funesa