Aracaju, 31 de julho de 2021

SINDICATOS DA SAÚDE E CUT CONQUISTAM AUDIÊNCIA COM REPRESENTANTE DA SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Proposta concreta sobre Auxílio Alimentação para trabalhadores da Fundação Hospitalar de Saúde e entre outras propostas serão apresentadas na próxima terça-feira

Nariz de palhaço, perna de pau e malabares foram as alegorias usadas pelo movimento sindical na manhã desta quarta-feira, dia 16 de junho, durante o protesto na porta da Secretaria de Estado da Saúde, em Aracaju. Os sindicatos lutam por valorização para todos os trabalhadores da saúde de Sergipe.

O ato simbólico foi construído por vários sindicatos que representam categorias profissionais de trabalhadores da saúde. Ao fim da manhã, o protesto conquistou uma audiência com representantes da SES para tratar concretamente das exigências levantadas pelas diferentes categorias.

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT Sergipe), Roberto Silva, participou da reunião com a representante da SES. “Estamos com esse nariz de palhaço para explicar que, enquanto a população chama os trabalhadores da saúde de heróis, o Governo de Sergipe os trata como palhaços. São reuniões e mais reuniões e não avança o processo de valorização dessas trabalhadoras e trabalhadores. Tempo pra estudar proposta de viabilidade já teve demais. Queremos uma reunião concreta com apresentação de proposta”, resumiu Roberto.

Dirigente do SINPSI (Psicólogos), Edmundo Teles defendeu a importância de todos os trabalhadores da saúde.

“Saúde não se faz só com médicos. Temos psicólogos, nutricionistas, técnicos em nutrição, dentistas, assistentes sociais, farmacêuticos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas… A saúde é multidisciplinar. Cada qual no seu saber, um complementa o outro. Estamos aqui para cobrar uma mudança de postura da SES pela valorização de todos os trabalhadores da saúde”, registrou Edmundo.

Coordenadora Geral do SINDINUTRISE (Nutricionistas e Técnicos em Nutrição), Mychelyne Guerreiro não entende por que o debate sobre o Acordo Coletivo da Fundação Hospitalar de Saúde nunca se encerra e os trabalhadores seguem desvalorizados.

“A grande maioria dos trabalhadores da saúde está sem nenhum benefício ao longo dos anos. É preciso que o governador valorize os trabalhadores da saúde. Iniciamos nova fase de negociação, mas a gente não consegue avançar efetivamente. Discutimos as cláusulas sociais, mas nas cláusulas financeiras não conseguimos avançar. São várias reuniões canceladas. Isso é falta de compromisso com os trabalhadores da saúde”, criticou Mychelyne.

Dirigente do SINDASSE (Assistentes Sociais), Anselmo Menezes cobrou valorização de todos.

“Infelizmente a gente precisa mais uma vez lutar por este diálogo com a secretaria. Precisamos de resultado, porque este governo só enrola o trabalhador. Nós atendemos os mais humildes que usam o maior plano de saúde do Brasil, o SUS. A gente consegue, com uma equipe multidisciplinar, fazer a roda girar e devemos ser valorizados sim! Tem trabalhador da saúde em Sergipe que recebe menos de um salário mínimo. É só conferir no portal da transparência. Esse é o governo que explora e maltrata o trabalhador da saúde”, reforçou Anselmo.

Resultado da Reunião

Após a reunião com a representante da Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi firmado o compromisso de que na próxima terça-feira, dia 22 de junho, o Governo vai apresentar uma proposta concreta de auxílio alimentação para os empregados da FHS, visto que os trabalhadores da Funesa e Fundação Parreiras Horta já recebem este auxílio, entre outras pautas em discussão.

Sobre a revisão do PCCV e PER, será criada uma comissão e segue a luta pelo cumprimento do PER na íntegra, e pelo pagamento do adicional por insalubridade sobre o salário base dos empregados públicos da FHS.

A manifestação desta quarta-feira foi construída pela CUT, SINDASSE, SINDINUTRISE, SINTRAFA, SINDIFARMA, SINTASA e SINPSI.

Foto assessoria

Por Iracema Corso

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju mantém a vacinação contra covid-19 neste final de semana        
LIRAa: Aracaju permanece em médio risco de infestação por Aedes
Belivaldo Chagas em Japaratuba dá ordem de serviço, bate bola com André Moura e diz que Zeca da Silva subirá mais um pouco
Influenza: PMA alerta gestantes sobre importância vacinação