Aracaju, 7 de dezembro de 2021

Huse monta a Sala de Retaguarda para atendimento as vítimas de queimaduras

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Pelo segundo ano consecutivo Sergipe não terá a realização dos festejos juninos oficiais em virtude da pandemia da Covid-19. Porém, é fato que uma parte da população não obedece às orientações estabelecidas pelos órgãos fiscalizadores competentes e foi pensando nisso que o Hospital de Urgências de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse), adotou dois fluxos para o atendimento ao paciente vítima de queimaduras nesse período, onde já se encontra em funcionamento desde o último dia 15 e se estenderá até o dia 30 deste mês como explica a enfermeira e gerente da Área Verde Trauma, Iraildes Santos.

“O primeiro atendimento ao paciente queimado acontecerá na Sala de Sutura, especialmente preparada para a época dos festejos juninos. Como esse ano o espaço físico está maior, a sala contará com duas macas a mais para esse atendimento. Os pacientes que precisarem de intervenção cirúrgica, serão operados e em seguida encaminhados para a Unidade de Tratamento de Queimados ou Ala D de acordo com o quadro clínico. Além disso, a coordenação do PS Adulto em parceria com a direção do hospital criou a Sala de Retaguarda, equipada com materiais, instrumentos cirúrgico para pequeno procedimento e curativos especiais, como acontece todos os anos desafogando o Pronto Socorro durante o período junino”, explicou a gerente da Verde Trauma.

Uma equipe multidisciplinar formada por cirurgiões plásticos, enfermeiros e técnicos de enfermagem também compõe uma escala extra para atender a demanda nesse período. Já a estrutura da UTQ é formada por 14 leitos, sendo quatro pediátricos, dois semi-intensivos e oito para adultos, além de um centro cirúrgico para a realização de curativos e pequenos procedimentos. A única unidade especializada na assistência às vítimas de queimaduras no Estado e uma das 38 unidades de alta complexidade de todo o País credenciadas junto ao Ministério da Saúde (MS), de acordo com a Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ).

A gerente da Área Verde Trauma, faz um apelo à população e ressalta a importância de obedecer às recomendações do decreto estadual. “É importante a conscientização das pessoas para o momento que estamos vivendo de pandemia, para isso é importante manter o distanciamento social, a lavagem das mãos, a utilização de máscaras e lembrar que está proibido acender fogueiras e soltar fogos de artifício, em virtude do agravamento do quadro de saúde de pessoas com problemas respiratórios”, enfatizou Iraildes Santos.

Fonte e foto SES

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Erradicação do trabalho infantil é tema de encontro intersetorial em Simão Dias
Iran Barbosa faz alerta sobre pessoas em situação de rua
Goretti Reis destaca pautas e programação da Conferência da Unale
Adailton repudia proposta de mudar o nome da Barra