Aracaju, 5 de agosto de 2021

FEBRABAN ORIENTA SOBRE GOLPE DO ROUBO DO CELULAR E DÁ DICAS DE SEGURANÇA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Aplicativos de bancos são seguros e dados de uso não ficam armazenados nos aparelhos

Diante dos relatos de roubos de celulares seguidos de transações bancárias, a FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) esclarece que os aplicativos dos bancos contam com o máximo de segurança em todas as suas etapas, desde o seu desenvolvimento até a sua utilização. Portanto, não existe qualquer registro de violação da segurança desses aplicativos, os quais contam com o que existe de mais moderno no mundo para este assunto. Além disso, para que os aplicativos bancários sejam utilizados, há a obrigatoriedade do uso da senha pessoal do cliente.

Como funciona o golpe

Muito dos roubos ocorrem em vias públicas durante o uso do celular pelas pessoas. Dessa forma, os criminosos têm acesso ao celular já desbloqueado e, a partir daí, realizam pesquisas no aparelho buscando por senhas eventualmente armazenadas pelos próprios usuários em aplicativos e sites. De posse dessas informações, tentam ingressar no aplicativo do banco.

Para se proteger desse golpe, é fundamental que os clientes adotem os seguintes cuidados:

– Usar sempre o procedimento de bloqueio da tela de início do celular;

– Nunca utilize o recurso de “lembrar/salvar senha” em navegadores e sites;

– Jamais anotar senhas de acesso ao banco em blocos de notas, e-mails, mensagens de WhatsApp ou outros locais em seu celular;

– Não repetir a senha utilizada para acesso ao seu banco para uso em quaisquer outros aplicativos, sites de compras ou serviços na internet;

– Jamais anote a senha, memorize-a para o uso.

Adicionalmente, sempre que seu celular for roubado, o cliente deverá:

– Notificar imediatamente o seu banco para que as medidas adicionais de segurança sejam adotadas, especialmente o bloqueio do app do banco e senha de acesso;

– Avisar à operadora de telefonia para o bloqueio imediato da linha

– Registrar o Boletim de Ocorrência junto à autoridade policial.

FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Deputado Talysson cobra ponto de ônibus coberto em N. Srª Aparecida
Aprovado na Alese o pedido de regularidade de abastecimento de água em Muribeca
Deputada solicita isenção de tarifas em transportes coletivos em Aracaju
Ipesaúde inclui cirurgião torácico em seu leque de especialidades