Aracaju, 21 de outubro de 2021

Vale a pena investir pensando em viajar ao exterior depois da pandemia?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Investimentos na compra de dólares devem considerar as oportunidades ofertadas no momento, orienta especialista em finanças

As constantes altas do dólar, mesmo antes da pandemia da Covid-19, dificultaram e muito os planos de quem sonhava em fazer uma viagem internacional. Em 2020, com o cenário pandêmico, esse projeto de explorar o mundo teve que ser adiado forçadamente e aliado a isso, o dólar vendido em média a R$ 6, fez cair por terra os investimentos para viagens futuras. Mas no início de junho, o dólar comercial fechou o dia em queda, a maior de 2021, ao ser cotado em R$ 5,03. Esse fator fez muita gente pensar se essa não seria a melhor hora para investir, pensando em uma viagem ao exterior depois da pandemia.

O dólar turismo continua sendo cotado a R$ 5,20, em média. Para os economistas também está valendo a pena, mesmo porque chegou a passar dos R$ 6 no primeiro trimestre deste ano. “Essa dúvida é algo muito comum, ainda mais em uma realidade repleta de incertezas como a que vivenciamos há pouco mais de um ano. Mas para quem deseja retomar o planejamento de realizar uma viagem no futuro, o melhor a ser feito é aproveitar a oportunidade e realizar a compra de certa quantia de dólares. Em finanças costumamos dizer que os melhores investimentos são feitos de olho nessas oportunidades que surgem, mesmo porque, daqui para frente não temos garantias de que a moeda americana seguirá neste patamar ou terá novamente elevação em seu valor de mercado”, destaca Josenito Oliveira, economista e professor dos cursos de graduação e pós-graduação da Unit Sergipe.

No mês de maio deste ano, o dólar caiu em média 3,81% no acumulado, o que na análise dos especialistas já seria um bom investimento de olho em planos de futuras viagens.

“É aquela máxima: aproveite o momento se você tem planos de retomar as viagens para outros países, pois assim, com planejamento, a concretização desse sonho é algo possível no futuro sem pandemia. As compras de dólares podem ser feitas aos poucos, aproveitando justamente essas oportunidades como é o caso agora. Assim, os riscos são diminuídos e não há prejuízos ao planejamento financeiro”, orienta.

Assessoria de Imprensa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores
Simula Enem aplicado presencialmente em todos polos Preuni
Belivaldo mostra o “dever de casa” que fez nas contas do Estado para “Sergipe avançar”
18 anos do Bolsa Família são destacados pelo deputado João Daniel em sessão da Câmara