Aracaju, 18 de outubro de 2021

Governo assina ordem de serviço para restauração de Patrimônio Histórico Nacional

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Obra de ferrovia Centro Atlântica, antiga Leste, será executada em duas etapas

O Complexo Ferroviário de Aracaju, localizado na Praça dos Expedicionários, no Bairro Getúlio Vargas, vai ser restaurado pelo Governo do Estado. A ordem de serviço, para início das obras, de restauração do complexo, no valor de R$ R$ 1.633.122,45, foi assinada na manhã desta segunda-feira(21),no gabinete do Secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade, Ubirajara Barreto.

Com uma área de intervenção de 67.585,02 m², a restauração tem previsão de início para o primeiro dia útil de julho. “Estamos assinando hoje a ordem de serviço para restauração da primeira etapa da antiga rodovia férrea Federal. Nessa primeira etapa, serão realizados os serviços mais grosseiros, como limpeza geral do terreno, topografia entre outros. Então, esse é o pontapé inicial para um projeto bem maior, que será a reforma completa de toda a estação ferroviária daqui de Aracaju. Nós temos uma parceria junto com o Iphan, com a prefeitura de Aracaju e Corpo de Bombeiros e, após sua completa restauração e reforma, será desenvolvido no local um projeto com o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal”, explicou Ubirajara Barreto.

Os serviços desta primeira etapa contemplarão a limpeza manual de vegetação do terreno, limpeza geral do edifício, levantamento topográfico, sondagem do terreno, elaboração de mapeamento de danos e avaliação do estado de conservação, levantamento cadastral, levantamento dos dados cartoriais e jurídicos, ensaios e testes tecnológicos, limpeza e execução de cobertura provisória para o edifício da Estação Ferroviária, execução de calçada em concreto em alguns trechos indicados no memorial descritivo, execução de muro para fechamento do terreno, instalação dos portões em ferro, reposição e reparo de peças em concreto para fechamento do muro, pintura do muro, peças em concreto e dos portões em ferro e escoramento do “Depósito de Locomotivas”.

Estação Ferroviária de Aracaju

O patrimônio ferroviário, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, em Aracaju, abrange a área do Pátio Ferroviário. Lá estão a rotunda (que é uma praça onde desembocam avenidas), os galpões (carpintaria, torneiros, ferraria, recuperação e ferramentas), a caixa d’água, além da Estação Ferroviária.

Durante as décadas de 1930 a 1970, a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) serviu como grande escoador da economia sergipana, além de ser utilizada como meio para o turismo do Estado. A estação ferroviária de Aracaju foi fundada em 1913 e o prédio principal, em 1940 e desde 2012 a estação está inutilizada.

Fotos: Marcos Rodrigues/ Sedurbs

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aracaju segue com a vacinação contra a Covid-19 nesta segunda-feira
Homem morre após ser atropelado na BR-101 no município de Capala
Seduc inicia Simula Enem presencialmente a partir desta segunda
Dia do Médico: Novos desafios da categoria após a pandemia