Aracaju, 21 de outubro de 2021

UNIMED LANÇA CAMPANHA CONTRA O COMPARTILHAMENTO DE FAKE NEWS EM SE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Seja qual for o âmbito, a propagação de notícias falsas vêm sendo cada vez mais recorrente. No que diz respeito à saúde, propagar uma desinformação pode induzir não só a um erro, mas também chegar a consequências que afetam a saúde de alguém. É por isso que, com o intuito de conscientizar não só seus clientes, mas a população em geral, a Unimed Sergipe lançou uma campanha contra a disseminação de notícias falsas.

Alertando a população, a infectologista cooperada Unimed, Mariela Cometki ressalta que o compartilhamento de falsas notícias em redes de relacionamento via internet tornou-se ainda maior com a pandemia. Por isso, ela destaca a importância do papel da cooperativa de saúde ao realizar tal campanha.

“Nós, como cooperativa, precisamos lembrar a nossa população, o nosso público, os nossos usuários, o quanto existe de informação falsa circulando nas redes, principalmente em tempos de pandemia. A nossa cooperativa sai a frente, querendo que os nossos usuários não sejam disseminadores de fake news”, afirma a infectologista cooperada Unimed Sergipe.

A médica salienta ainda a necessidade de lembrar que a divulgação de notícias falsas pode causar em quem recebe sentimentos e atitudes prejudiciais. Dentre essas atitudes estão o abandono de algumas proteções, abandono de alguns medicamentos, motivar que a pessoa se descuide ou não tenha os cuidados necessários.

“É muito importante que as pessoas antes de passarem qualquer informação, principalmente hoje, que as redes sociais são muito instantâneas, chequem se aquela informação é verídica, para que você não possa divulgar algo sem fundamento ou que possa causar em outras pessoas que têm menos labilidade emocional, ou que tenha menos conhecimento, sentimentos que possam vir a ser maléficos a elas”, destaca Mariela.

Sobre os temas relacionados à saúde em geral, a infectologista cita algumas atitudes que podem ser adotadas pela população ao receber uma notícia questionável. “Quando receber uma notícia, pode ir no site da Unimed, pode ir em sites seguros conferir. Se não sabe avaliar se um site ou informação é segura, encaminhe para alguém da sua família que é profissional de saúde, antes de disseminar num grupo de whatsapp. Avalie se o que você vai passar para frente vai ter impacto positivo ou negativo naquele grupo específico em que a informação está sendo disseminada”, orienta a profissional da saúde.

Além de orientar sobre condutas que devem ser adotadas pelos clientes, a cooperativa tem investido na comunicação a respeito do assunto. As campanhas e ações realizadas visam não só uma contribuição focada nos clientes Unimed Sergipe, mas também na população em geral.

“A Unimed Sergipe tem realizado um trabalho muito forte na comunicação com o intuito de fortalecer a transparência, manter a sociedade sergipana informada e, principalmente, combater qualquer tipo de fake news, ainda mais neste momento em que a saúde está em destaque devido à pandemia da Covid-19. Estamos empenhados na elaboração de ações, campanhas e conteúdos jornalísticos para que a Unimed ocupe os espaços de comunicação e chegue até a população através de meios de informações sérios e de credibilidade”, destaca a coordenadora de Comunicação e Marketing da Unimed Sergipe, Caroline Portugal.

Fonte e foto SSP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Governo de Sergipe paga o auxílio tecnológico a mais de 5.700 professores
Simula Enem aplicado presencialmente em todos polos Preuni
Belivaldo mostra o “dever de casa” que fez nas contas do Estado para “Sergipe avançar”
18 anos do Bolsa Família são destacados pelo deputado João Daniel em sessão da Câmara