Aracaju, 3 de agosto de 2021

Energisa alerta para cuidados com a rede elétrica no período junino

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com o isolamento social por causa da pandemia do coronavírus, é recomendado evitar festas e aglomerações no período junino. Se for decorar a residência ou ruas, é preciso ficar atento às instalações elétricas para evitar riscos e garantir a segurança de toda a família.

Os perigos envolvendo eletricidade, por exemplo, são altíssimos. Acender fogueiras ou soltar fogos próximos à rede elétrica pode causar acidentes graves e ainda comprometer o fornecimento de energia da região, pois o fogo e o calor podem causar dilatação dos fios, curtos-circuitos e rompimento dos cabos.

“Outra ação perigosa é utilizar estruturas da rede elétrica como postes, cabos ou equipamentos para pendurar os ornamentos como bandeirolas e balões, pois o risco de choque é alto”, explica o coordenador de Segurança e Saúde Ocupacional da Energisa Sergipe, Robson Jezler.

Robson Jezler ressalta ainda o que pode ser feito em casos de acidentes. “Alertamos não tocar em fios partidos e não tentar retirar objetos em contato com cabos. Também é importante isolar o local do acidente”, destaca.

Além de colocar a segurança em risco, fogueiras e fogos de artifício podem ser prejudiciais à saúde. O risco de queimaduras é altíssimo em ambos os casos e, isso pode sobrecarregar ainda mais o sistema de saúde, que está com os esforços focados no combate ao coronavírus. Vale destacar também que a fumaça pode acabar afetando os vizinhos, pois sua inalação é capaz de agravar problemas respiratórios, um dos principais sintomas da Covid-19.

Em Aracaju, a prefeitura publicou decreto proibindo o acendimento de fogueiras, a venda de fogos de artifício e a realização de eventos festivos, públicos ou privados durante o período junino. A comercialização de fogueiras e de fogos de artifícios estão proibidos.

Dicas para evitar acidentes

Em casa, não faça gambiarras, evite o uso de benjamins e não ligue diversos aparelhos em uma mesma tomada. A utilização de materiais isolantes é recomendada, pois minimiza os riscos de curto-circuito.

Se for decorar a rua, coloque bandeirinhas longe dos postes e não amarre fios, cabos ou enfeites em postes ou fiações elétricas. E mesmo mantendo distância dos cabos de energia, deve-se dar preferência aos adereços de materiais isolantes em vez de metal, para evitar que conduzam energia, em eventual contato com a rede. Também não é recomendado que se brinque com fogos de artifício, principalmente as crianças, já que podem provocar queimaduras graves. Ao atingirem a rede elétrica, os fogos também podem causar curto-circuito, interrompendo o fornecimento de energia para a região.

No caso da fogueira, as pessoas devem observar a distância da rede elétrica, uma vez que o fogo ou o calor em excesso podem danificar cabos e estruturas, causando curtos-circuitos e interrupção de energia. Quanto aos balões, a recomendação da Energisa é que sejam evitados, afinal, além de ser crime o seu uso, eles podem causar grandes acidentes, principalmente se caírem dentro de subestações ou sobre redes elétricas.

Em casos de acidentes envolvendo a rede elétrica, informe imediatamente à Energisa por meio dos canais de atendimento, o call center 0800 079 0196 ou por meio do WhatsApp (79) 8101- 0715 e ao Corpo de Bombeiros, discando o 193.

Por Adriana Freitas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

UFS registra média anual de quase 19 pedidos de patentes desde 2011
PL inclui surdo unilateral nas cotas para deficientes em concursos públicos
Eduardo participa de solenidade para cidade mais sustentável
“O PSB se organiza para ser mais uma vez protagonista”, afirma Valadares Filho