Aracaju, 18 de outubro de 2021

Saúde distribui 100% das vacinas contra a influenza para os municípios

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Atualmente, o Estado apresenta 45,5% de pessoas vacinadas contra a doença, liderando a cobertura vacinal no Brasil

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológico (Ceadi), já entregou para os municípios sergipanos 100% das vacinas contra a Influenza (gripe), previstas para a Campanha Nacional de Imunização. Atualmente, o Estado apresenta 45,5% de pessoas vacinadas contra a doença, liderando a cobertura vacinal no Brasil.

A campanha iniciou no dia 19 de abril e entrou na terceira e última fase no dia 9 de junho e segue até o dia 9 de julho. O público-alvo desta fase são: pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade, e adolescentes em medidas socioeducativas.

Conforme o panorama das duas primeiras fases da campanha, já foram imunizadas 89% das crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias); 73% das gestante; 55% dos trabalhador de saúde, 66% puérperas; 45% dos Idosos, 100% da população indígena e 50% professores.

Mesmo sendo o estado com maior cobertura vacinal do Brasil, a enfermeira do Programa de Imunização da SES, Ana Beatriz Lira, considera que a cobertura ainda segue baixa, já que a meta de vacinação é 90%. Nesse sentido, a recomendação das SES aos municípios é a realização de buscativas dos públicos.

“O novo grupo começou recentemente, então temos muitas doses para serem aplicadas. Somos o melhor Estado no que refere à cobertura vacinal, precisamos aumentar ainda mais para se ter uma eficácia na vacinação, e é o que estamos trabalhando juntos aos municípios. A recomendação da SES é a buscativa da população. Como estamos em um ano em que as pessoas evitam sair de casa e procurar um serviço de saúde, orientamos que as unidades façam essa busca, procurem quais são as pessoas desse público-alvo, façam anúncios e tentem encontrar essa população.”, disse Ana Lira.

A enfermeira ainda destaca que a vacina da influenza é tão importante quanto as de outras doenças. “A influenza é uma doença que ainda mata muitas pessoas ao ano, é de fácil transmissão por ser um vírus respiratório, sendo assim, a população precisa sim dessa vacina todo o ano. Aquela pessoa que tomou a vacina no ano passado, esse ano ela não é válida, por isso tem que tomar novamente, é um novo vírus que tem mutação , assim é preciso se vacinar anualmente”, conclui a enfermeira.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Aziz adia para quarta-feira a leitura do relatório da CPI
Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial
Corpo do delegado Marcelo Hercos Lyrio será cremado em Alagoinhas (BA)
Governo entrega mais de 11t de alimentos do PAA Estadual para entidades