Aracaju, 26 de outubro de 2021

Unidos pela Vacina: Energisa doa 17 geladeiras à Prefeitura de Aracaju

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) foi contemplada e inserida no movimento ‘Unidos pela Vacina’, e com isso recebeu a doação de geladeiras pela Energisa, concessionária de energia em Sergipe. Ao total, foram 32 geladeiras entregues nesta segunda-feira, 21, sendo que 17 foram destinadas à capital, e as outras 15 serão entregues pela SMS aos municípios que abrangem a grande Aracaju.

“Esse movimento tem um papel importante, de ajudar os municípios neste momento de pandemia que estamos vivendo, doando insumos e equipamentos. Todos nós fomos pegos de surpresa com essa pandemia, o recurso ele é finito e a gente precisa prestar um bom serviço à população. Então, por conta disso, agradecemos à Energisa, por essa parceria importante e por ter adotado Aracaju como um dos municípios para fazer essa doação”, reconheceu a secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza.

De acordo com o representante da Energisa, Pedro Lins, serão contemplados com a doação 63 municípios, e o critério utilizado para o quantitativo de equipamentos doados foi a população de cada cidade. “Quanto maior a população, mais geladeiras foram doadas. Então, proporcionalmente, Aracaju recebeu essas 17 geladeiras. A Energisa integra o movimento visando contribuir no processo de vacinação. A empresa é muito preocupada com a parte social e as pessoas precisam ser vacinadas, e a Energisa integrando esse movimento, visa acelerar a vacinação”, declarou.

Vacinação na capital

De acordo com o último balanço de vacinação divulgado neste domingo, 20, a Prefeitura de Aracaju já vacinou 246.258 pessoas vacinadas, o que corresponde a 37,03% da população da capital.

Atualmente, além dos grupos prioritários envolvendo as categorias de trabalhadores da Educação, do Transporte Coletivo Urbano, de Saúde e de Segurança, o município também está vacinando pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente grave e pessoas sem doença preexistente com 40 anos ou mais.

A partir desta terça-feira, dia 22, a aplicação da primeira dose ficará temporariamente suspensa, incluindo os novos grupos que contempla as pessoas com 39 e 38 anos, até a chegada de mais doses na capital. A aplicação da segunda dose seguirá sendo administrada na cidade.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Kitty Lima denuncia ao MPE mortandade de peixes em barragem do Denocs em Glória
Ministro diz que privatização da Petrobras ampliaria investimentos
Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em junho
Governo e TAG avançam em projeto de gasoduto de transporte de GNL