Aracaju, 30 de julho de 2021

Edise publica livro que trata sobre o assassinato de Carlos Firpo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

‘A Casa Lilás – memórias de um crime’, do jornalista Luiz Eduardo Costa, é a nova publicação da Editora Diário Oficial de Sergipe – Edise. O livro conta o assassinato a facadas do Dr. Carlos Firpo, que ocorreu em abril de 1958, na sua residência na rua de Campos, em Aracaju e traça um painel primoroso da sociedade sergipana dos anos 50 e 60.

O crime ficou conhecido como ‘crime da rua de Campos’ ganhou capas de jornais, abalou, comoveu e dividiu a opinião da população sergipana. “O que estamos prestes a ler é uma reportagem. Uma reportagem clássica, bem feita, fruto de um trabalho árduo, de dias e dias vividos no meio de arquivos, no manuseio de processos empoeirados, jornais e fotos amareladas pelo tempo”, escreveu Marcelo Déda (in memorian), na apresentação do livro.

É uma obra-prima da literatura policial, disse o jornalista Anselmo Gois no prefácio. “O crime da Rua de Campos tem todos os ingredientes das melhores histórias policiais do planeta, incluindo os da ficção. Reunia, a exemplo da série americana de sucesso House of Cards, intriga política, já que o Dr. Firpo tinha sido prefeito de Aracaju e disputava uma indicação para ser candidato a vice-governador na chapa da UDN. Envolvia dinheiro e sexo, temas recorrentes dos clássicos do gênero. Nas mãos do coleguinha Luiz Eduardo Costa, o crime da rua de Campos explode em toda a sua dimensão e emoção”, destaca Gois.

Luiz Eduardo Costa relembra que tinha 17 anos quando ocorreu o assassinato. “Já se foi mais de meio século, e o tempo é o maior inimigo da memória”, disse. Durante a pesquisa ele contou com a colaboração de muitas pessoas “com as quais convivi e dialoguei nos turbulentos meses após o crime, depois, com tantas outras, para o avivamento da memória a revelação de fatos novos, a ajuda para a descoberta de fontes valiosas, o acesso a documentos e sugestões que amenizaram as minhas deficiências”. Devido a pandemia, o livro não terá lançamento, mas já está disponível ao leitor na sede da Segrase e nas livrarias de Aracaju.

Por Cândida Oliveira

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Valadares diz que Danielle foi “antiética nas eleições de 2020, por esconder Valadares Filho”
Prefeitura monitora áreas de risco no período chuvoso em Aracaju
Estudantes de Arquitetura desenvolvem manual com base na NBR 15575 para habitações em Sergipe
PC divulga imagens de furto em uma loja de roupas de Itabaiana