Aracaju, 7 de dezembro de 2021

Vereador denuncia manobra para fazer inaugurações no segundo semestre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O vereador Ricardo Marques (Cidadania) denuncia que a conclusão de algumas obras da prefeitura de Aracaju prevê inaugurações para o final do segundo semestre de 2021. Na visão dele, supostamente há uma manobra do prefeito para acumular uma quantidade relevante de obras e realizar entregas públicas.

“Desde o início do mandato tenho fiscalizado diversas obras na cidade e encontrei várias com prazo vencido e se arrastando há muito tempo. Por exemplo: existem quatro praças na Zona Norte de Aracaju, que estão fechadas para reforma há quase um ano. Algumas dessas praças já estavam praticamente prontas em fevereiro quando estive lá. Denunciei a demora na entrega da obra e agora descobri a informação de que a prefeitura pediu mais um prazo de 60 dias para concluir a obra”, comenta o parlamentar.

Da mesma forma, existe uma previsão de conclusão similar ao das praças na obra do corredor da Hermes Fontes. “Essa obra também está parada há quase um ano. Apresentei um requerimento na Câmara solicitando informações detalhadas da prefeitura sobre o andamento da obra e o retorno que recebi foi que está concluída, mas não está. Os corredores de ônibus não estão em operação, não existem nem os abrigos para os passageiros. O Terminal Dia, que faz parte do corredor, já teve o prazo esgotado em março e a reforma se arrasta. Só depois do meu questionamento, a prefeitura informou que pretende retomar a obra e que o prazo para conclusão também será de mais 60 dias”, afirma Ricardo.

Outro questionamento feito pelo vereador é sobre a reforma da Ala Covid da Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva que incendiou no final de maio. “Essa é a mais recente e também já entrou para o calendário da prefeitura para ser entregue no segundo semestre. Acho muito estranho que todas as obras tenham o mesmo prazo, sendo que algumas delas já estão prontas há algum tempo. É como se o prefeito estivesse esperando alguma coisa e deixando tudo para o fim do ano. Como cidadão e vereador acho isso um absurdo, afinal, para empurrar o prazo dessas obras a prefeitura precisa fazer aditivos e mais aditivos. E o que é pior, a população é obrigada a esperar sem questionar. Penso que esse tipo de política não cabe mais no tempo que vivemos. A gestão precisa ser eficiente sem nenhum tipo de manobra. Estou de olho em toda a movimentação”, alerta Ricardo Marques.

Foto assessoria

Por  Wandycler Júnior,

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Conselho da Igualdade Racial abre seleção para sociedade
Alese aprova doação de imóvel que impulsionará turismo no município de Porto da Folha
Deputados aprovam na Alese a continuidade do Programa Educação Mais Conectada, da Seduc
Janier Mota, em carta aberta, anuncia que não disputará reeleição em 2022 e relata os motivos